Governo anuncia investimentos de 25 mil milhões a quatro anos

Por a 4 de Julho de 2005

socrates

O Aeroporto da Ota e o projecto do TGV são apenas dois dos vários projectos em que o Governo promete apostar, a avaliar pelas decisões aprovadas no último Conselho de Ministros, onde se soube que o plano de investimentos ronda os 25 mil milhões de euros para os próximos quatro anos. 60 por cento deste investimento será captado junto de parceiros privados ou de parcerias publico-privadas, sendo que ao Estado cabe 30 por cento da «fatia» (cerca de oito mil milhões de euros.

As energias renováveis e estações de tratamento de águas residuais estão entre as prioridades agora anunciadas pelo executivo de José Sócrates, num lote que conta também com o TGV e com a Ota. Contudo, está também prevista a transferência de verbas para «manutenção», no aeroporto da Portela.

O anúncio, feito na sessão que marca os 100 primeiros dias da governação socialista na era-Sócrates, incide essencialmente sobre as áreas das infra-estruturas básicas, nos domínios do ambiente, energia, transportes, cultura e apoio social (cerca de 16,8 mil milhões de euros), da valorização do território, nos domínios da política de cidades, património natural e turismo (3,8 mil milhões). O conhecimento e sistemas de informação e formação (4,5 mil milhões) são também contemplados com o plano de investimentos.

O programa agora anunciado visa «clarificar e estabilizar o cenário de investimentos que o Governo considera prioritários para a modernização das infraestruturas do país, o reforço das suas condições de competitividade e a promoção da qualidade de vida dos portugueses», pode ler-se no comunicado do último Conselho de Ministros.