Confiança das empresas de construção aumenta em Junho

Por a 5 de Julho de 2005

cilindro

De acordo com os dados revelados ontem pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), em Junho, os níveis de confiança das empresas recuperaram nos sectores da construção e dos serviços. Ao contrário do que se passou na indústria transformadora e no comércio.

Segundo o inquérito qualitativo de conjuntura à construção e obras públicas do INE, este indicador de confiança manteve uma evolução favorável (o que se verifica ininterruptamente há oito meses). A evolução de Junho resultou da melhoria das opiniões sobre a situação actual da carteira de encomendas, uma vez que as perspectivas de emprego estabilizaram face ao mês de Maio.

A nível subsectorial, a recuperação das opiniões dos empresários sobre a situação da carteira de encomendas foi comum tanto à construção de obras públicas como à construção de edifícios residenciais. As expectativas quanto à evolução dos preços foram ascendentes em Junho, invertendo o movimento que se verificava desde Fevereiro, situando-se contudo num patamar ainda inferior ao nível médio desta série. A evolução neste mês ficou a dever-se às opiniões dos empresários de construção de edifícios, uma vez que no subsector de construção de obras públicas o movimento foi descendente.