Brisa Engenharia e Gestão recupera encosta da Arrábida

Por a 11 de Maio de 2006

Brisa Arrabida

A Brisa Engenharia e Gestão, empresa de serviços de engenharia detida integralmente pela Brisa, está a desenvolver para a Estradas de Portugal, a supervisão da construção e coordenação de segurança da empreitada de consolidação da encosta sobranceira à Estrada Nacional 379, entre o Outão e Portinho da Arrábida. «A execução destes trabalhos é, por vezes, realizada em níveis que atingem os 80 metros de altura em relação à estrada e com uma inclinação acentuada. Dadas as circunstâncias especiais desta obra, os trabalhos têm decorrido em condições invulgares de realização, recorrendo, frequentemente, à suspensão total dos trabalhadores e dos equipamentos», avançou a empresa em comunicado. De acordo com o mesmo documento «o troço referido foi encerrado no Verão de 2004, após um incêndio na Serra da Arrábida que destruiu parte significativa da vegetação que contribuía para a fixação das rochas naquele local. Diversos factores de ordem geológica, assim como a erosão marinha, condicionaram a morfologia daquela vertente da serra, tendo esculpido uma paisagem escarpada, sobre a qual a acção dos agentes meteorológicos induziu a individualização de blocos, cujo desprendimento põe em risco a circulação na referida estrada ao longo de cerca de 3900 metros». Os blocos rochosos em situação de queda eminente foram estabilizados através de pregagens. Para evitar desprendimentos foram instaladas ao longo da encosta, redes de aço e barreiras de protecção.