Transformação do palacete Ribeiro da Cunha vai a reunião de Câmara

Por a 29 de Maio de 2006

A transformação através de um plano de pormenor, do palacete Ribeiro da Cunha, localizado no Príncipe Real, num hotel, vai na próxima quarta-feira à reunião da Câmara de Lisboa, com vista à abertura de um período de discussão pública.

Segundo o Jornal Público, Pedro Emauz Silva, arquitecto e autor do Plano de Pormenor (PP) defende que a rentabilização do património é a única forma de o reabilitar e salvaguardar.

Segundo a mesma fonte, o PP entregue à autarquia por Pedro Emauz Silva, contempla nesta parcela de terreno com 4600 metros quadrados entre o Príncipe Real e o Jardim Botânico, a construção de cerca de 50 quartos, que se juntarão aos cerca de seis a instalar no palacete.

De acordo com o Público, o autor do PP revela que o edifício do palácio e algumas antigas dependências totalizam uma área de implantação de cerca de 1300 metros quadrados, no entanto, se o seu plano for avante a área de implantação subirá para o dobro, enquanto a área de construção aumentará dos actuais 2500 metros quadrados para 4000 metros quadrados, dos quais 3600 serão parcialmente enterrados.