Grande Lisboa com 112 mil casas para venda

Por a 13 de Setembro de 2006

A área metropolitana de Lisboa (AML) dispunha, no primeiro trimestre de 2006, de cerca de 112 mil casas à espera de comprador, segundo dados revelados pela Imométrica. O mercado de novas casas baixou de forma acentuada no primeiro trimestre deste ano, situação também registada no número de habitações construídas de raiz que caiu quase metade face a igual período do ano anterior.

Segundo avançou ao Diário Económco, António Godinho Correia, director-geral adjunto da AECOPS – Associação das Empresas de Construção e Obras Públicas «existem certos produtos que vendem muito bem (luxo e baixa gama), enquanto noutros casos a produção de habitação, nomeadamente nas áreas suburbanas, está estagnada».

A mesma fonte, revela ainda que grande parte da habitação que não está a ser vendida se deve ao facto de existir um excesso de oferta de pequena construção tradicional, na periferia de Lisboa.