Bienal de Veneza distingue reabilitação e projectos ecológicos

Por a 10 de Novembro de 2006

A 10ª edição da Mostra Internacional de Arquitectura da Bienal de Veneza, dedicada ao tema «Cidades, Arquitectura e Sociedade», premiou com os Leões de Ouro uma reabilitação e um projecto ecológico.

De acordo com o jornal Público, o projecto de reabilitação, denominado de «Brazil 44», foi uma intervenção do mexicano Javier Sánchez, e consiste num edifício de pequenas dimensões na cidade do México, onde vivem famílias em condições de extrema pobreza.

O trabalho da equipa projectista no «Brazil 44», consistiu em aumentar o espaço através da criação de algumas mezzanines em espaços com pé direito duplo, aumentando desta forma o espaço em 15 por cento.

O Leão de Ouro para Pavilhões Nacionais foi atribuído à Dinamarca, para um conjunto de propostas que visam enfrentar a explosão urbana dos próximos 20 anos na China, sendo o projecto «Montanha Mágica», que propões um modelo de cidade ecológica um desses projectos.

Segundo a mesma fonte, o Leão de Ouro para Cidades foi entregue a Bogotá, na Colômbia, que inovou na relação entre a inclusão social e a rede de transportes.