José Mota Freitas dá amanhã última aula na FEUP

Por a 10 de Novembro de 2009

prof-mota-freitas.jpg

José Mota Freitas dá amanhã, dia 11 de Novembro, pelas 17h30, a sua última aula na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

O recém-galardoado com o "nobel" da Engenharia de Estruturas, com o prémio Outstrading Structure (OSCTRAC), e vencedor do prémio Secil Engenharia em 2007, graças ao projecto da Igreja Santíssima Trindade, em Fátima, culmina assim a sua carreira de docente na FEUP.

Conforme indica nota deste estabelecimento de ensino, "apesar de estar já afastado da componente lectiva, José Mota Freitas esteve sempre ligado à Faculdade de Engenharia, escola onde desenvolveu toda a sua actividade enquanto professor".

O percurso de José Motas Freitas começou em 1968 como Assistente, tendo sido encarregado das aulas práticas das disciplinas de Teoria das Estruturas, Mecânica dos Solos, Resistência dos Materiais e Construções Civis.

Posteriormente leccionou todas as restantes disciplinas do Curso de Engenharia Civil do ramo de Estruturas. Saiu em 1972 e regressou em 1974, após o 25 de Abril. Manteve-se na FEUP a leccionar disciplinas de Construções Metálicas e Mistas.

Paralelamente à carreira de docente, José Mota Freitas integrou desde 1968 o Gabinete de Estudos ETEC, empresa de que se tornou sócio e onde desenvolveu uma intensa actividade enquanto projectista.

A este nível, coordenou obras de grande importância como o Centro Pastoral Paulo VI (cobertura do auditório), em 1979; o projecto de estruturas do Pavilhão do Futuro, integrado no Parque Expo 98, em 1995; o Silo Auto da Trindade, em 2000; a Igreja da Santíssima Trindade, no Santuário de Fátima, em 2000; as Estruturas Metálicas do Hotel Sheraton, no Porto, em 2001; as Estruturas Metálicas da sede do Banco de Portugal, em Lisboa, entre muitos outros projectos.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *