Estradas de Portugal adia entrega de propostas para Auto-Estradas do Centro pela 3ª vez

Por a 22 de Janeiro de 2010

A Estradas de Portugal adiou, pela terceira vez, o prazo para a entrega das propostas para a concessão rodoviária Auto-Estradas do Centro, sendo 04 de Fevereiro a nova data, disse à agência Lusa fonte oficial da empresa.

“Foi adiado para 04 de Fevereiro de 2010 o prazo para apresentação de propostas para o concurso da subconcessão Auto-Estradas do Centro”, disse a fonte oficial da Estradas de Portugal, sem adiantar os motivos deste adiamento.

O prazo para a entrega de propostas para esta concessão já tinha sido adiado duas vezes: no início de Novembro de 2009, a EP adiou o prazo para 17 de Dezembro e, posteriormente, definiu o dia de hoje como nova data.

Estes adiamentos surgiram depois de o Tribunal de Contas (TC) ter recusado a atribuição de visto prévio às concessões rodoviárias.

O concurso para a concessão rodoviária Auto-Estradas do Centro já tinha sido lançado, mas o facto de as propostas terem tido uma apreciação negativa por parte da comissão de avaliação, originou o lançamento de um novo concurso.

No primeiro concurso, tinham passado à fase final de negociação os consórcios liderados pela Mota-Engil e pela Edifer.

Esta concessão foi apontada pelo PSD como uma das vias que, em parte, vai possibilitar a existência de uma ‘terceira auto-estrada’ Lisboa-Porto.

A concessão Auto-Estradas do Centro inclui a concepção, construção, aumento do número de vias, financiamento, exploração e conservação dos lanços de auto-estrada Trouxemil/Faíl (IP3), Mealhada/Oliveira de Azeméis (IC2), Mealhada (IC12), Santa Comba Dão (IC12-IP3) e Canas de Senhorim/Mangualde (IC12).

O TC já recusou a atribuição de visto prévio a cinco concessões rodoviárias – Douro Interior, Auto-Estrada Transmontana, Baixo Alentejo e Algarve Litoral e Litoral Oeste -, mas a EP já recorreu da decisão.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *