Obra “modernista” de Manuel Gomes da Costa em palestra, em Faro

Por a 29 de Janeiro de 2010

Sensibilizar o público algarvio para a importância das obras do arquitecto Manuel Gomes da Costa é o mote para uma conferência que será proferida hoje na Câmara de Faro a propósito da exposição “MGC – Moderno ao Sul”.

Considerado um dos responsáveis pela introdução da arquitectura moderna na região, o algarvio Manuel Gomes da Costa (MGC), foi influenciado pela corrente moderna internacional, especialmente a brasileira, como a de Óscar Niemeyer.

A palestra, marcada para as 19:00, será proferida por Ana Tostões, vice-presidente da Ordem dos Arquitectos e recém-nomeada presidente do Docomomo Internacional, instituição que visa conservar o património arquitectónico mundial do movimento Moderno.

Para Ana Tostões, o arquitecto algarvio “revolucionou” o modo de viver e de estar na região, devido às suas preocupações sociais e por acreditar “que a arquitectura podia fazer as pessoas mais felizes”.

“Foi um combatente da causa moderna desde muito cedo e possui uma obra imensa feita quase sempre de forma silenciosa e solitária”, resumiu Ana Tostões à agência Lusa, antecipando a palestra de sexta-feira.

Segundo a presidente do Docomomo Internacional (Documentação e Conservação da Arquitectura do Movimento Moderno), o arquitecto empenhou-se muito também na resolução dos problemas dos grandes equipamentos e edifícios públicos.

O arquitecto, nascido há 88 anos em Vila Real de Santo António, foi responsável por projectos como a ampliação do Colégio de Nossa Senhora do Alto, mas especializou-se sobretudo na área habitacional, tendo projectado o edifício Tridente, ambos em Faro.

A mostra que faz a retrospectiva da sua obra estará patente no Museu Municipal de Faro até 15 de Fevereiro, seguindo depois para Vila Real de Santo António, de onde é natural o arquitecto, disse à Lusa o comissário da exposição, Gonçalo Vargas.

A exposição, no âmbito da qual é apresentada a palestra de Ana Tostões, engloba uma selecção de 38 projectos, quatro maquetas do autor e a exibição de um documentário sobre a obra e a vida do arquitecto.

A realização da conferência tem o apoio da delegação regional do Algarve da Ordem dos Arquitectos.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *