Deloitte e ANEOP reforçam parceria

Por a 8 de Junho de 2010

A Deloitte e a Associação Nacional de Empreiteiros de Obras Públicas (ANEOP) reforçaram a parceria constituída em 2008, com o objectivo de, conjuntamente, promoverem, internamente e com a sociedade, uma reflexão sobre o contributo do sector para a melhoria global da economia portuguesa, “bem como para o desenvolvimento e do bem-estar da sociedade em geral”.

Esta iniciativa surge na sequência do estudo “O Poder da Construção em Portugal”, concluído em 2009, pela associação e pela consultora. Na altura, os resultados, “suportados em inquéritos de opinião e entrevistas individuais realizados junto das maiores empresas do sector”, levantaram um conjunto de “preocupações no sentido da urgência da revisão da dinâmica de funcionamento”.

Outras das preocupações eram referentes à necessidade de estancar a “quebra do actual ciclo de estagnação económica”. Neste sentido, conclui-se que era “imperativo concretizar acções” no sentido de inverter o ciclo corrente e de contribuir para a melhoria do funcionamento do sector, para além da promoção do contributo do mesmo para a sociedade.

De acordo com a informação fornecida pela ANEOP e pela Deloitte, este sector representa “mais de 800 mil empregos e cerca de 18% do produto interno bruto português”, o que leva a que as principais empresas da economia nacional assumam “uma posição de relevo no grupo dos maiores exportadores nacionais”.

Neste sentido, a ANEOP propõe-se a reflectir sobre o estabelecimento de uma nova via para o crescimento económico, assente no empreendedorismo e na capacidade do sector em “assumir o seu papel chave na valorização do território e no desenvolvimento sustentado da economia nacional”, na “melhoria da articulação entre os agentes da cadeia de valor da construção” e na “inovação e evolução do sector”.

A parceria promoverá ainda o “estabelecimento de fóruns de reflexão entre as empresas filiadas na ANEOP e os stakeholders do sector, no sentido de incentivar “o debate e a formulação de propostas de acção de interesse comum”.

O trabalho entre Deloitte e ANEOP decorrerá até ao final de Julho, altura em que se apresentarão as primeiras conclusões da reflexão alargada que se pretende implementar, bem como as propostas de acção, que visam, fundamentalmente, “contribuir para o desenvolvimento sustentado de Portugal” e para a integração da economia nacional na economia global.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *