Doosan apresenta nova DX700LC na Bauma

Por a 18 de Junho de 2010

A marca coreana, que em 2007 adquiriu a Bobcat, promoveu na Bauma a apresentação da nova DX700LC, uma escavadora de rastos com uma força de escavação de 33 toneladas

A Doosan aproveitou a edição deste ano da Bauma, um dos mais importantes salões internacionais do sector da construção para apresentar algumas das suas mais recentes apostas. Entre as propostas da empresa, que em 2007 adquiriu à Ingersoll-Randa a marca Bobcat por uma verba próxima dos cinco mil milhões de euros, está a nova DX700LC, a maior das escavadoras de rastos da Doosan. Segundo a empresa avançou em comunicado, esta máquina está desenhada e construída para responder às necessidades de aplicações de trabalhos pesados em minas e pedreiras, bem como outros projectos de construção de infra-estruturas de grande dimensão. “O design dos rastos compridos, combinado com a expansão do chassis à sua máxima largura de trabalho de 4.000 mm, oferece estabilidade e segurança óptimas em todo o tipo de aplicações de escavação, elevação ou carga”, refere a mesma fonte, garantindo também um incremento considerável de produtividade e comodidade para o operador. A DX700LC tem a possibilidade de ser equipada com três tipos de braço. Equipada com o braço de 2.900 mm, aprovado pela UE, a DX700LC oferece uma profundidade de escavação máxima de 7.765 mm, uma altura de escavação máxima de 12.080 mm e um alcance máximo de escavação de 8.180 mm. O raio mínimo de rotação de giro é de 4.090 mm. A força de escavação no balde é de 33,3 toneladas, enquanto que no braço é de 27,0 toneladas. A característica do botão de sobre potência aumenta ambas as forças em cerca de 9%. Graças ao elevado binário de rotação de giro (21,940 kgf.m), a DX700LC pode trabalhar eficientemente em declives. A velocidade de rotação de giro máxima é de 7,1 RPM. A DX700LC está equipada com o motor turbo diesel Isuzu AH-6WG1X “common rail” de seis cilindros que garante 345 kW (463 HP) a uma rotação máxima de 1800 RPM. O binário máximo é de 202 kg.m às 1500RPM. “O sistema de controlo electrónico e-EPOS fornece uma excelente potência com consumos de combustível reduzidos em todas as operações de trabalho”, indica a Dossan. Um sistema automático de andamento de duas velocidades controla a velocidade do andamento e a força de tracção. Existem dois modos de deslocação, com uma velocidade máxima de 2,9 km/h no modo mais lento e de 4,6 km/h no modo mais rápido. A força de tracção é de 48,9 toneladas.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *