Projecto do Alqueva pronto para abaster de água 200 mil habitantes

Por a 6 de Julho de 2010

A empresa do Alqueva anunciou que já terminou todas as ligações entre a albufeira “mãe” e as albufeiras de abastecimento público de água abrangidas pelo projecto, que está pronto para abastecer quase 200 mil habitantes.

A conclusão das ligações da rede primária do empreendimento de Alqueva às albufeiras de abastecimento público vai ser assinalada esta quarta feira pelo primeiro ministro, José Sócrates, na cerimónia de inauguração da ligação entre a albufeira da barragem de Alqueva e a do Roxo, que abastece os concelhos de Beja e Aljustrel.

A cerimónia, que irá contar com a presença do ministro da Agricultura, António Serrano, vai decorrer a partir das 12:00, junto à central mini hídrica do Roxo, na freguesia de Ervidel, concelho de Aljustrel (Beja).

A inauguração “marca a conclusão de toda a rede primária responsável pelo reforço de água para abastecimento público, alcançando-se assim mais um grande objectivo do projecto de Alqueva: a garantia de distribuição regular de água às populações”, explica a Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva (EDIA), em comunicado enviado hoje à Agência Lusa.

Além da ligação Alqueva/Roxo, já estão concluídas as ligações entre Alqueva e as albufeiras das barragens do Enxoé, do Monte Novo e de Alvito.

A barragem do Enxoé abastece os concelhos de Serpa e Mértola, a do Monte Novo é responsável pelo abastecimento dos concelhos de Évora, Reguengos de Monsaraz e Mourão e a de Alvito abastece os concelhos de Alvito, Cuba, Portel, Viana do Alentejo e Vidigueira.

Através destas ligações, assegura a EDIA, o empreendimento de Alqueva está pronto para “reforçar o abastecimento público de água para uma população de cerca de 200 mil habitantes”, nos distritos de Beja e Évora, “sempre que as respectivas albufeiras apresentem necessidade de água”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *