LNEG vai estudar potencial geotérmico da Ilha da Madeira

Por a 27 de Agosto de 2010

O Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG) e a Empresa de Electricidade da Madeira (EEM) estabeleceram um protocolo com vista ao estudo do potencial geotérmico da Ilha da Madeira, que prevê o início dos reconhecimentos geológicos, geofísicos e hidogeológicos já em Setembro.

De acordo com o comunicado do LNEG, o projecto desenvolver-se-á no espaço de dois anos e meio, repartindo-se em três fases, consistindo a primeira no estudo prévio (prospecção/avaliação), “que visa a obtenção da máxima informação sobre a possível localização (geográfica e em profundidade) de fontes térmicas e respectivos sistemas”.

A caracterização do reservatório será a segunda fase. “Identificado através de sondagem profunda, a que se segue a estimulação do mesmo”, refere o comunicado, que descreve a terceira fase como o “desenvolvimento do reservatório e instalação da central geotérmica, através de uma segunda sondagem de forma a estabelecer o circuito geotérmico necessário ao funcionamento da central”.

A geotermica é considerada uma “tecnologia emergente” pelo Plano de Acção da Política Energética do Governo Regional da Madeira, na medida em que se trata de uma fonte de energia “limpa, renovável, escalável e disponível em contínuo”, que tem sido utilizada “em regiões vulcânicas e não vulcânicas para a produção de electricidade”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *