Novos escritórios da Bristol-Myers Squibb têm assinatura B.Prime

Por a 30 de Janeiro de 2012

A B. Prime foi responsável pela reavaliação de ocupação de espaço da Bristol-Myers Squibb em Portugal, no edifício Fernão Magalhães, na Quinta da Fonte, tendo representado a empresa neste processo.

Em comunicado de imprensa a consultora revela que para além do envolvimento do Departamento de Corporate Services, “foi ainda autora do projecto de arquitectura, estando o Departamento de Project Management igualmente mandatado para a gestão de obra nas novas instalações desta empresa de bio farmacêutica”.

No âmbito do mandato atribuído por esta multinacional, o Departamento de Project Management da B. Prime desenvolveu “um novo projecto de interiores das novas instalações através da introdução de novas soluções de ocupação de espaço, o que permitiu à Bristol-Myers Squibb reduzir a área que anteriormente ocupava no edifício Fernão Magalhães. Na sequência deste projecto, a B. Prime foi também contratada para fazer a gestão da obra, que levou a uma remodelação profunda do terceiro piso”.

Para Eduardo Magallanes, Director Geral da Bristol-Myers Squibb: “Neste projecto a B. Prime ousou, de forma construtiva, introduzir novos conceitos de ocupação de espaço o que possiblita melhorar o trabalho em equipa e a fluidez da informação. Esta aposta vai permitir-nos optimizar o nosso escritório e eliminar barreiras físicas entre os diferentes níveis da organização para que todos vivam a mesma energia e partilha. Conseguimos igualmente proporcionar um ambiente de trabalho mais agradável para os nossos colaboradores. A satisfação de todos neste projecto traduziu-se na implementação destas ideias noutros escritórios da Bristol-Myers Squibb, a nível internacional, o que é motivo de orgulho para todos os envolvidos.”

Segundo Jorge Bota, Managing Partner da B. Prime: “No âmbito da nossa área de actuação a maior parte das empresas que precisam dos nossos serviços de agência contactam-nos para alargar a colaboração, e na área de escritórios, essa expansão estende-se muitas vezes à prestação de serviços de arquitectura. Como trabalhamos de forma totalmente integrada é muito mais fácil conseguirmos responder às preocupações dos nossos clientes, que maioritariamente se traduzem na flexibilidade das opções adoptadas, poupança, cumprimento de prazos e orçamentos. Neste projecto em concreto, fomos o interface dos vários fornecedores envolvidos e das próprias equipas da Bristol-Myers Squibb.”

 

 

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *