BIG vence concurso para renovação do Kimball Art Center na cidade de Utah

14 de Fevereiro de 2012 às 10:12:43 por Ana Rita Sevilha

O colectivo composto pelos gabinetes BIG, Architectural Nexus, Dunn Associates, VBFA, Envision Engineering, e Big D são os autores da proposta vencedora para a renovação e expansão do Kimball Art Center, na cidade de Utah, nos Estados Unidos da América. A obra tem conclusão prevista para2 2015.

O Kimball Art Center, conhecido por receber anualmente o Festival de Cinema de Sundance, fez o convite a um grupo internacional de gabinetes de arquitectura com o objectivo de renovar o espaço existente e de projectar um edifício adjacente ao original.

O projecto vencedor, anunciado pelo The Wall Street Journal , foi seleccionado por um júri oficial, dando assim voz aos visitantes do Centro de Arte Kimball – incluindo aqueles que recentemente participaram no Sundance Festival, em Janeiro passado.

De acordo com uma nota de imprensa enviada ao Construir pelo gabinete de arquitectura liderado por Bjarke Ingels (BIG), a construção está prevista iniciar em meados de 2013, com a conclusão apontada para 2015.

Entre os finalistas deste concurso constaram escritótios como Brooks + Scarpa Architects, Sparano + Mooney Architecture, Will Bruder + Partners, e Tod Williams Billie Tsien Architects.

De acordo com Maurice Cox, membro do júri e professor de arquitectura na Universidade da Virgínia, “Foi difícil para o júri escolher entre os cinco finalistas, que eram todos excelentes. O gabinete BIG ganhou a competição, ao propor um edifício icónico que honra o espírito do passado de Park City e olha adiante, para o século 21. O projecto assinado pelos BIG reinterpreta corajosamente o lugar que é o Kimball Art Center, com uma estruturanova e surpreendente para as artes”.

Segundo o gabinete vencedor, o projecto inspirou-se no desenvolvimento urbano de Park City, no Centro de Arte e no património mineiro da cidade. Nesse sentido o edifício foi desenhado como uma âncora, e com a flexibilidade e personalidade necessárias para se tornar numa incubadora natural.

O edifício dotado de uma fachada torcida, encerra na mesma uma escada em espiral, levando os visitantes a partir do piso térreo em direcção a um terraço que pode ser utilizado para exposições ao ar livre, bem como para a realização de eventos. A existência de clarabóias permita que a luz entre e escorra até às paredes da galeria em baixo.

O edifício existente é convertido num concentrador educacional, complementando desta forma a função do novo Centro de Arte. No coração do edifício nasce um auditório para exibições e exposições.

Entre as características deste edifício está o facto de, durante o Verão, uma das fachadas se abrir para a rua e expôr as actividades internas, e o telhado do edifício existente estar equipado com painéis solares térmicos escondidos por plantas indígenas, num jardim de esculturas ao ar livre que estão posicionadas ao redor do perímetro do telhado.

O novo Centro de Artes Kimball é um exemplo de sustentabilidade, uma vez que, explica o colectivo vencedor, “aproveita o clima de Park City, aproveitando o calor natural, usando luz natural, maximizando a ventilação e a reciclagem de águas pluviais”. Para além disso, clarabóias generosas permitem que o edifício seja como que inundado por uma luz natural difusa, reduzindo os custos de energia para a iluminação, entre outras soluções.

 

 

 


Palavras Chave: BIG, Centro de Arte, concurso, Internacional, Utah, Arquitectura & Urbanismo, Homepage, Internacional, Newsletter


 

Deixe o seu Comentário

 

© Copyright 2014 Construir.pt. Todos os direitos reservados.