Fundo Vallis entra na MonteAdriano

Por a 5 de Setembro de 2012

A MonteAdriano e a Vallis acabam de chegar a um entendimento com vista à alienação das participadas da Família Monte e consequente gestão da empresa por parte do fundo criado para a recuperação de empresas da área da Construção.

Em declarações ao Construir, fonte da empresa da Póvoa de Varzim sublinha que “esta é a única estratégia de longo prazo com viabilidade para a área. A entrada no fundo permite-nos fazer face a restrições que sozinhos não conseguiríamos ultrapassar”, referem, acrescentando que “tendo em conta a conjuntura do sector e do país, a administração da MonteAdriano sempre se mostrou empenhada em ser um actor activo na consolidação do sector”.

“A administração da MonteAdriano orgulha-se de, ao longo da sua história, ser responsável por várias aquisições de empresas mais pequenas, essencialmente da zona Norte do país, bem como por ter sido pioneira no seu sector, ao ter avançado, em 2005, com a primeira fusão igualitária entre duas construtoras em Portugal”, refere fonte da empresa, referindo o processo de fusão entre a Sociedade de Construções Adriano e a Monte & Monte. “Esta operação permitiu-nos chegar à dimensão de hoje, e a um peso de internacionalização que passou de 4% para 50% do volume de negócios do Grupo. A vontade de crescer neste sector, em declínio há mais de uma década, permitiu-nos ter a capacidade de encarar as mudanças sempre numa perspectiva positiva e criadora de valor”, sublinham.

“Estamos certos que 2012 será um ano bastante positivo para a empresa, tendo em conta o número de obras quer em curso quer em carteira. A MonteAdriano tem cerca de 560 milhões de euros contratualizados, sendo mais de 60% respeitante ao mercado internacional”, garante ao Construir fonte da empresa.

O fundo Vallis, gerido pelo antigo CEO da Soares da Costa, Pedro Gonçalves, e constituído para a recuperação de empresas do sector, está a tomar controlo de médias empresas em dificuldades com o objectivo de criar uma nova companhia com grande capacidade, tendo já assumido a gestão da Edifer.

Um comentário

  1. joao brites

    9 de Abril de 2013 at 22:23

    foi uma mais valia para a minha empresa estávamos com poucas espectativas mas as coisas melhorarão bastamte depois que emtramos para o grupo vallis

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *