“Reguengo Ecoturismo” escolhe turbina eólica Kingspan Wind

Por a 3 de Setembro de 2013

A unidade hoteleira de turismo ecolólico “Reguengo”, localizada em Odemira, reforçou a sua capacidade de produção de energia renovável com a instalação da turbina eólica de pequeno porte KW3 da Kingspan Wind, marca especializada em soluções de energia eólica pertencente à empresa Kingspan Environmental. Com esta opção a unidade hoteleira assegura eletricidade confiável durante 24 horas por dia, 7 dias por semana, com a turbina eólica a gerar 4388KWh por ano e uma velocidade média do vento de 4.6 m/s diminuindo as emissões de carbono em 1.430 kg.

Localizada no Alentejo Litoral, a 15km do oceano atlântico, a “Reguengo” nasceu da missão de oferecer acomodação em plena harmonia com a natureza, longe da agitação dos centros turísticos. Nesse sentido, a unidade hoteleira oferece aos seus hóspedes a garantia de respeito pelo meio ambiente, onde a eletricidade e a água quente são provenientes dos painéis solares instalados, e água potável vem da fonte local, purificada e tratada através do sistema de osmose.

O facto de estar situada precisamente num vale, com vista para as montanhas da Serra de Monchique, faz com que esta unidade de turismo ecológico sofra com as condições climatéricas do local, por vezes adversas, e que recentemente danificaram parte do sistema de produção de energia renovável. A situação acabou por se tornar num desafio para esta unidade de turismo, que ambicionava encontrar uma fonte de energia renovável mais fiável e resistente e que pudesse funcionar em sintonia com o sistema fotovoltaico off-grid já instalado, que produz energia elétrica para autoconsumo a partir da luz solar, explicou ao Construir fonte da Kinspan Wind,.

O “Reguengo” selecionou a Kingspan Wind que colocou ao serviço da unidade de turismo ecológico “o resultado de 30 anos de I&D, as turbinas eólicas que pequeno porte mais robustas do mundo”,assegura a empresa.

A solução da Kingspan Wind para o “Reguengo” alcançar maior eficiência energética, sobretudo com maior resistência e capacidade efectiva de produzir mais eletricidade especialmente no inverno com a luz solar reduzida, foi a instalação da turbina eólica KW3. “Esta possui um design exclusivo, particularmente adaptado aos sistemas off-grid, e apresenta uma composição robusta, muito resistente a condições climatéricas mais desfavoráveis. A turbina foi instalada numa torre de 11 metros e está integrada com o sistema fotovoltaico off-grid, banco de baterias e o inversor”.

De acordo com a Kingspan Wind , “estes resultados são alcançados graças às características técnicas da turbina, nomeadamente ao design exclusivo do rotor delta que permite regular a velocidade de rotação e maximizar a produção de energia. Com o vento a aumentar de intensidade, as pás especiais e o cone protegem a turbina e permitem uma operação continua. O design inovador assegura que a turbina não necessita de travão em ventos fortes, tornando este turbina num equipamento extremamente versátil e de alto rendimento, numa ampla variedade de locais e as condições ambientais”.

Thomas Knaupp, proprietário da unidade de turismo ecológico “Reguengo” afirma que, “não se trata de uma poupança de custos. O objectivo principal é utilizar fontes de energia renováveis, de acordo com a nossa filosofia. A turbina eólica reduz as nossas emissões de carbono em 1.430 kg”, revelando que este investimento de gestão ambiental é em prol da sustentabilidade ambiental e para minimizar o impacto da sua actividade junto da natureza.

À luz deste exemplo a Kingspan Wind acredita que o futuro turismo “passará pela criação de soluções ambientalmente sustentáveis, que motivem maior eficiência energética, poupando recursos naturais e também financeiros. Portugal com o seu clima pautado pela abundância de sol e vento apresenta um potencial elevado de exploração destas fontes de energia renováveis”, conclui.

 

Um comentário

  1. Filipe

    4 de Setembro de 2013 at 10:00

    No seguimento deste artigo e para divulgação de um produto de criador português e feito em Portugal, deixo o link para os aerogeradores “Omniflow”:
    http://omniflow.pt/

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *