“Expedição a uma arquitectura intensiva” de Susana Ventura vence Prémio Távora

Por a 8 de Abril de 2014

Susana Ventura venceu a 9ª edição do Prémio Fernando Távora com a proposta “Expedição a uma arquitectura intensiva”.

“Esta é uma viagem de expedição, porque passa pelo meio das coisas, pelo meio das palavras, pelo meio dos lugares, atravessa paisagens longínquas, terras desconhecidas, limites imprecisos… Mas é a única viagem possível, quando se procura uma arquitectura intensiva, lugar incógnito, ainda, da Teoria da Arquitectura”, pode ler-se no excerto da proposta vencedora.

Para o júri, a proposta vencedora “revela clareza nos propósitos e consistência na proposta, capaz de unificar diferentes geografias e culturas. Referenciando distintos objectos arquitectónicos, propõe uma leitura temática capaz de construir uma narrativa inesperada. A viagem relaciona paisagens entre o Oriente e o Norte e Centro da Europa, e arquitectos modernos e contemporâneos”.

O roteiro da viagem passará por Portugal (Lisboa) , Japão (Tóquio ‹ Kamakura ‹ Karuizawa ‹ Kawaguchi ‹ Tokamachi ‹ Aichi), Noruega (Vardo), Finlândia (Helsínquia), Suécia ( Estocolmo, Malmö), República Checa (Praga), Áustria (Viena), Suíça (Kreuzberg, Montreux).

O Prémio Fernando Távora é um prémio anual, único – consiste na atribuição de uma bolsa de viagem, no valor de seis mil euros -, e de âmbito nacional, destinado a todos os membros efectivos da Ordem dos Arquitectos. Nesta edição, a OASRN recebeu 27 candidaturas. O Prémio é organizado pela OASRN em parceria com a Câmara Municipal de Matosinhos (CMM) e a Associação Casa da Arquitectura (ACA), contando com o patrocínio da AXA.

A Conferência do Vencedor, Anúncio público da constituição do Júri e abertura da 10ª edição do Prémio decorrerá a 6 de Outubro de 2014, Dia Mundial da Arquitectura.

créditos fotográficos: Catarina Botelho

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *