Polis lança três concursos em Viana do Castelo e de Caminha por 2,3M€

Por a 23 de Setembro de 2014

A Polis do Litoral Norte lançou a concurso três empreitadas de qualificação e protecção costeira, avaliadas em 2,3 milhões de euros, a realizar nos concelhos de Viana do Castelo e de Caminha. A sociedade garante que os concursos agora lançados visam trabalhos a recuperação e a protecção de sistemas dunares degradados, bem como a renaturalização de áreas naturais degradadas naqueles dois concelhos.
A empreitada tem um valor base de 2.300.000 euros, e um prazo de execução de 180 dias, de acordo com a agência Lusa. O financiamento é suportado por fundos comunitários do Programa Operacional Temático de Valorização do Território (POVT), em 70%, sendo a componente nacional (30%) assumida pelo Estado português. A empreitada em causa abrange as áreas dos rochedos de Santo Isidoro em Caminha, de Montedor em Areosa, dunas da Amorosa e Pedra Alta – Foz do Neiva em Viana do Castelo. A intervenção, segundo a Polis Litoral Norte enquadra-se na “prevenção do risco do Plano Estratégico”, no âmbito das “medidas correctivas de erosão costeira e defesa costeira” e tem como objectivo principal “a manutenção e reposição das condições naturais do ecossistema costeiro que assegurem a sua estabilidade biofísica por via da renaturalização de áreas degradadas, recuperação, reforço e fixação dos sistemas dunares, visando a prevenção de risco”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *