Imovirtual lança plataforma de partilha de imóveis em Portugal

Por a 25 de Setembro de 2014

O Imovirtual, portal imobiliário da FixeAds, acaba de lançar, no âmbito da Imoplataforma (CRM imobiliário), o MLS – Multiple Listing Service, uma nova ferramenta pioneira em Portugal. Segundo o portal, este sistema “funciona de forma totalmente integrada com a Imoplataforma, permitindo a partilha de imóveis entre profissionais, de forma simples, intuitiva e segura, procurando assim garantir que as empresas consigam trabalhar em rede, optimizando sinergias e potenciando o valor das suas angariações”.

Em nota de imprensa enviada ao Construir, o Imovirtual explica que o MLS do Imovirtual foi lançado, nesta primeira fase, com uma lógica inclusiva, permitindo a partilha, não só de imóveis angariados em exclusivo, como em regime “aberto”, promovendo desta forma a utilização desta ferramenta e a sua rápida difusão entre os cerca de 1.200 profissionais que já hoje utilizam a Imoplataforma.

De acordo com Manuel Braga, site manager do Imovirtual, “o facto do MLS permitir a partilha de imóveis angariados ou comercializados em aberto tem como principais objectivos que todas as empresas possam participar no sistema, familiarizar-se com as especificidades e vantagens que este acarreta, independentemente do seu grau de maturidade no mercado e da sua capacidade em assegurar angariações em exclusivo. Pretendemos também promover uma cultura de proximidade entre profissionais de todo o país, de modo a que um cliente quando confia o seu imóvel a um profissional presente na Imoplataforma, possa beneficiar do profissionalismo, competência e dedicação de centenas de empresas que poderão ter interessados em carteira”.

Ainda de acordo com Manuel Braga, pretende-se com esta nova ferramenta “uma utilização mais racional da Imoplataforma e do próprio Imovirtual, de modo a que, gradualmente, as empresas consigam ajustar o seu investimento na promoção de imóveis cada vez mais adequados ao que o mercado necessita”.

De acordo com o portal, o MLS vem garantir uma crescente transparência nos imóveis colocados em partilha, uma vez que para um imóvel estar nesta ferramenta, a comissão/remuneração que cabe a cada uma das empresas intervenientes no negócio é do conhecimento prévio de ambas as partes.

Manuel Braga realça ainda que “os utilizadores que recorrem aos profissionais imobiliários presentes no MLS do Imovirtual obtêm um serviço de excelência assente nas melhores práticas do mercado e com as ferramentas tecnologicamente mais inovadoras e avançadas”.

De salientar que, ao fim de apenas dois dias de implementação, já são 30 as empresas que aderiram a esta ferramenta, cuja partilha de imóveis já ascende a mais de 250. “O que podemos considerar que este sistema de partilha já é um sucesso”, conclui Manuel Braga.

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *