Lamego conquista 3º lugar no Prémio Internacional Auroralia

Por a 15 de Dezembro de 2014

A cidade de Lamego conquistou o 3º lugar no Prémio Internacional Aurorália. A iluminação no Escadório do Santuário da Nossa Senhora dos Remédios e a requalificação do espaço público do Eixo Barroco foram o objecto do projecto de iluminação sustentável, que recorrendo a tecnologia LED permite reduzir custos e uma economia energética de 70%, o equivalente a 48.532,59 kWh anuais.

“Integrando a tecnologia mais moderna para reduzir a pegada ambiental da cidade, as novas luminárias e o sistema de controlo de iluminação de Lamego foram cuidadosamente escolhidos para garantir um resultado estético em consonância com o património arquitectónico criando uma nova e admirável visão noturna na cidade. Instalando luminárias LED com um sistema de telegestão que gere o fluxo luminoso durante a noite, esta cidade portuguesa reduziu o consumo de energia em 70% e as emissões de CO2 em quase 21 toneladas por ano, nesta instalação”, explica Susana Ferreira, da Schréder Portugal.

“Tanto o Eixo Barroco, como o Escadório do Santuário da Nossa Senhora dos Remédios são áreas consideradas premium, de grande herança histórica, cultural e comercial e que ajudam a revitalizar o turismo, criando espaços públicos seguros e atractivos para residentes e visitantes”, diz ainda Susana Ferreira.

Organizada pela Schréder e pela LUCI, a cerimónia de apresentação do Prémio Auroralia contou com mais de 100 profissionais da iluminação, entre os quais, autoridades municipais, arquitectos e urbanistas. Eindhoven (Holanda), Málaga (Espanha) e Lamego (Portugal) ocuparam o top 3 do Prémio Auroralia, enquanto a cidade de Stutterheim (África do Sul) foi distinguida com uma Menção Especial.

Já na 6ª edição, o Prémio Auroralia continua a receber um grande número de inscrições, o que confirma o crescente compromisso das autoridades para minimizar a pegada ecológica da iluminação urbana.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *