Governo norte-americano garante crédito de 877M€ para apoiar projectos de renováveis

Por a 26 de Agosto de 2015

O Governo dos Estados Unidos anunciou um conjunto de iniciativas para impulsionar a inovação, o investimento e o desenvolvimento de projectos de energias renováveis e de eficiência energética.

Estas iniciativas incluem um pacote de mil milhões de dólares (877 milhões de euros) de garantias de crédito, fornecidas através da agência de programas de crédito do Departamento de Energia com vista a apoiar projectos de distribuição de energia à escala comercial.

Além destes créditos, este departamento predispõe-se a fornecer um financiamento de 24 milhões de dólares (21 milhões de euros) para 11 projectos-piloto de alta performance que, para o Secretário da Energia, Ernest Moniz, poderião ajudar a baixar o custo e a aumentar a performance de sistemas de energia solar-fotovoltaica.

Os responsáveis da Administração de Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, afirmam que a combinação de acções executivas com compromissos do sector privado irão acelerar a transição do país para fontes de energia que não provêm de combustíveis fósseis e apoiarão o impulso de projectos de renovação de eficiência energética para milhares de proprietários de habitações e edifícios multi-familiares.

Na Cimeira Internacional de Energia Limpa, decorrida a 24 de Agosto no estado do Nevada, que estas acções fomentam uma “revolução” americana na energia que está a transformar a economia e a ajudar a abordar a questão das alterações climáticas. “Este não é um assunto republicano ou democrata, é um assunto que deveria reunir todas as pessoas”, reforçou o presidente norte-americano.

Como consequência desta vontade governamental, o Departamento do Interior anunciou a aprovação formal, por parte da Secretaria de Gestão do Território (SGT), para o projecto solar Blythe Mesa, na Califórnia, e para a infra-estrutura de distribuição associada. Este parque fotovoltaico de 485 megawatts, proposto pelo Grupo de Recursos Renováveis, será construído no condado de Riverside.

“[O projecto] Blythe Mesa é mais um passo rumo à diversificação do portfólio de energia da nossa nação, para alcançar a crescente procura por recursos renováveis”, declarou o director da SGT Neil Kornze, num comunicado, onde ressalva que, “com esta aprovação, a SGT está bem adiantada para realizar a visão do presidente de permitir 20 mil megawatts de energia renovável em território público até ao final desta década”.

Ao mesmo tempo, várias empresas do sector privado anunciaram compromissos para apoiar iniciativas de energias renováveis ou de eficiência energética. Segundo a publicação norte-americana ENR, cinco empresas – Balfour Beatty Communities, Corvias Solutions and Onyx Renewable Partners, Lincoln Military Housing e United Communities – anunciaram que iriam trabalhar com o Departamento de Defesa sob uma nova iniciativa para instalar projectos adicionais de energia solar em 40 bases militares por todo o país.

Simultaneamente, na área de eficiência energética, a Energy Optimizers USA e a Miller Valentine anunciaram uma nova parceria para desenvolver e implementar projectos de renovação de eficiência energética em mais de 12 mil propriedades de renda controlada por 13 estados. O projecto irá incluir iluminação LED, sistemas de água quente a partir de energia solar e sistemas de isolamento e de AVAC eficientes.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *