Aproximação de relações entre empresas metalúrgicas da Galiza e Norte de Portugal discutida em Arcos de Valdevez

Por a 12 de Outubro de 2015

transmetal_logoO apoio e o estreitamento de relações entre as empresas metalúrgicas e metalomecânicas situadas na euro-região compreendida entre a Galiza e norte de Portugal será o tema central do encontro que decorrerá nos próximos dias 14 e 15 de Outubro, no Centro de Exposições de Arco de Valdevez.
O TransMetal Meeting 2015, que conta com o apoio da Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal, pretende ser um encontro com o objectivo de aprofundar a relação entre estes dois mercados fronteiriços e desenvolver e analisar oportunidades de negócio e de colaboração conjunta com empresas, associações ou potenciais clientes de ambos os lados da fronteira.
Em conjunto coma AIMMAP, associam-se também a esta iniciativa a FELUGA (Federação Luso-Galaica de Industriais Metalúrgicos), a ASIME (Associação de Industriais Metalúrgicos da Galiza), o CENFIM (Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica) e, ainda, a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez e a IN.CUBO Incubadora de Iniciativas Empresariais Inovadoras.
Vão participar no encontro mais de 150 entidades, entre as quais 45 com stand próprio, entre empresas do sector metalúrgico e metalomecânico, centros de formação, centros tecnológicos, empresas de Additive Manufactoring, Robótica e Automatismos.
O programa da iniciativa prevê a realização de encontros B2B & Networking, uma Exposição de Inovação e Demonstração das Novas Tecnologias de Additive Manufacturing, Robótica e Automatismos, conferências de alto nível e actividades que favoreçam a aproximação entre as empresas do sector metalúrgico e metalomecânico destas duas regiões estratégicas e áreas de actividade com requisitos e oportunidades específicas.
Através deste evento, pretende-se criar uma rede de colaboração transfronteiriça, tanto para as empresas como para as instituições e organismos com presença nos dois países e com potencial para colaborar no desenvolvimento do sector, incluindo associações, centros tecnológicos, centros de formação.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *