Centro de Artes Contemporâneas é finalista a prémio europeu

Por a 13 de Julho de 2016
José Campos

foto: José Campos

O Centro de Artes Contemporâneas dos Açores, uma obra da autoria de João Mendes Ribeiro e da dupla Cristina Guedes e Francisco Vieira de Campos (Menos é Mais Arquitectos), localizado na Ribeira Grande, na Ilha de São Miguel, Açores, é um dos 25 finalistas ao Prémio Europeu de Espaço Público Urbano 2016.

Sobre o projecto português, o júri do Prémio refere que “os restos abandonados de uma fábrica do século XIX da ilha de São Miguel, nos Açores, converteram-se num centro de arte contemporânea que constitui um espaço de intercâmbio e de interacção para as pessoas, o conhecimento e as tendências emergentes”.

Recorde-se que o Prémio Europeu de Espaço Público Urbano se realiza de dois em dois anos e é promovido pelo Centro de Cultura Contemporânea de Barcelona (CCCB). Segundo a organização do galardão, nesta 9ª edição recebeu 276 inscrições de 33 países diferentes no sentido de reconhecer a “criação, recuperação e melhoria dos espaços públicos, compreendendo o seu estado como um claro indicador da saúde democrática das cidades”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *