Pesquisadores lançam livro sobre experiências de regeneração urbana

Por a 28 de Julho de 2016
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

À medida que a urbanização à escala mundial continua a aumentar, as cidades do mundo procuram cada vez mais formas de resolver questões como desigualdade social e mudanças climáticas em espaços urbanos modernos.

Segundo a ONU, 54% da população mundial vive em cidades e o número deverá aumentar para 66% até 2050. Um aspecto que tem despoletado experiências urbanas em todo o mundo e que está também a mudar a forma como as cidades estão a ser construídas e regeneradas.

Andrew Karvonen , especialista em arquitectura e urbanismo na Universidade de Manchester, disse a respeito que: “o conceito de experimentação urbana está a ser usado para reformular debates sobre a construção e a regeneração de forma a nos mesmos incorporar argumentos relacionados com a resiliência, as mudanças climáticas e a forma de governar. Devido ao crescimento populacional as cidades estão a olhar para diversas maneiras de acomodar essa expansão”.

Essas mesmas experiências, variam em escala, quer se trate de um bairro ou de uma região inteira. Contudo, estas actividades experimentais, lembra Karvonen, são muitas vezes analisadas de dois pontos completamente diferentes. “Os seus defensores acreditam que são uma forma de perceber as transformações na cidade contemporânea, enquanto os cépticos sugerem que estas experiências urbanas são actividades de fachadas levadas a cabo por elites dominantes que pouco fazem para efectuar as mudanças necessárias.

Foi neste contexto que um grupo de 32 pesquisadores sociais e urbanos do Reino Unido, Países Baixos, Suécia , Índia , Austrália e EUA se uniram para dar directrizes de experimentação urbana contemporânea num livro chamado “The City Experimental”.

O livro, conta com contribuições dos principais estudiosos da área e com casos de estudo que vão desde o Hemisfério Norte ao do Sul , de pequenas a grandes cidades, sugerindo que as experiências urbanas oferecem novos modos de governar que complementam as estratégias convencionais.

Karvonen acrescenta: “este livro procura contribuir com uma compreensão mais profunda, mais social e politicamente diferenciada de experiências em cidades como forma de conduzir mudanças mais amplas na sociedade, proporcionando uma estrutura para examinar o fenómeno da experimentação urbana”.

 

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *