Francis Kéré é o autor do Serpentine Pavilion 2017

Por a 22 de Fevereiro de 2017

serpentineÀ semelhança dos anos anteriores, o Serpentine Gallery anunciou o autor do Pavilhão de Verão, Serpentine Pavilion 2017. O arquitecto alemão, natural de Burkina Faso, Francis Kéré (Kéré Architecture) foi o escolhido. De acordo com os critérios de selecção da Serpentine Gallery, Francis Kéré não projectou até à data nenhum edifício permanente em Inglaterra.

O pavilhão que será construído este Verão nos Kensington Gardens terá “uma cobertura expansiva apoiada numa estrutura em aço, que imita a copa de uma árvore”, revelou a Galeria.

“Quando o sol brilhar, os visitantes poderão encontrar sombra debaixo desta ‘árvore’, podem sentar-se ou apanhar sol no patio que a rodeia. Nos dias de chuva, a água vai escorrer através de um óculo na cobertura do pavilhão, criando um efeito de cascata, antes de escoar por um sistema de drenagem escondido debaixo do chão. A estrutura também assumirá um carácter diferente durante a noite, uma vez que as paredes de madeira se transformam numa fonte de iluminação”.

Segundo o portal ArchDaily, o projeto proposto por Kéré “é concebido como um microcosmo – uma estrutura de comunidade dentro de Kensington Gardens que funde referências culturais do seu país – Burkina Faso -, com técnicas de construção experimental”.

Segundo Keré, “a experiência de crescer numa aldeia remota do deserto imprimiu em mim uma forte consciência das implicações sociais, sustentáveis e culturais de um projecto. Acredito que a arquitectura tem o poder de surpreender, unir e inspirar tudo ao mesmo tempo que medeia aspectos importantes como a comunidade, a ecologia e a economia”.

Em Burkina Faso, a árvore é um lugar onde as pessoas se reúnem e onde as actividades quotidianas se desenvolvem sob a sombra.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *