Mercado de escritórios continua a crescer em 2017

Por a 15 de Março de 2017

47-cw-edificio-de-escritorios.jpgA área de escritórios contratada em Fevereiro de 2017 (13.592 m2) foi superior em 59% à registada no mesmo mês de 2016 (9.687 m2). A análise, assinada pela consultora Aguirre Newman, revela que nos primeiros dois meses do ano, foram registadas 31 operações, correspondendo a mais 8 transacções do que em igual período do ano anterior. O maior número de operações verificou-se no Corredor Oeste (Zona 6), com 30% da área transaccionada. No extremo oposto, a Zona Secundária (Zona 4) e o Parque das Nações (Zona 5) apenas registaram uma operação cada.
Analisando a distribuição geográfica dos m² colocados, o Prime CBD (Zona 1) e o Corredor Oeste (Zona 6) registaram a maior área contratada entre Janeiro e Fevereiro, traduzido em 10.557 m2 e 9.378 m2, respectivamente.
Do total da área contratada até Fevereiro de 2017, apenas duas transacções foram referentes a edifícios de escritórios novos, com uma representação de 25% da área total contratada no período em análise.
Teresa Cachada, analista do Departamento de Consultoria da Aguirre Newman salienta que “a procura por escritórios com características modernas tem sido uma constante, procura essa que o mercado tem cada vez mais dificuldade em satisfazer devido à falta de construção de novos edifícios de Escritórios. Em zonas como o Parque das Nações, a limitada oferta tem tido repercussões no valor das rendas, verificando-se o seu aumento nos últimos meses.”

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *