Plast&Cine leva Souto de Moura e Siza Vieira a Bragança

Por a 19 de Abril de 2017

 

plast cine

Eduardo Souto de Moura vai levar parte da sua obra e o debate sobre a arquitectura à cidade de Bragança. O “Nobel da Arquitectura”, Pritzker 2011 e galardoado em 2016 pela X Bienal Ibero-americana de Arquitetura e Urbanismo é a figura central do Plast&Cine 2017, um projecto multidisciplinar que acontece a 21 e 22 de Abril e que envolve debate, exposição de arte pública, teatro e uma homenagem ao próprio. Siza Vieira junta-se a Souto de Moura para uma conversa, ao final da tarde, de sexta-feira.

Segundo a organização do evento, a Exposição de Arte Pública, a Exposição “Eduardo Souto de Moura – Proporção e Desígnio” e a conversa com Souto de Moura e Siza Vieira, conduzida por Ana Sousa Dias serão os pontos altos na edição deste ano.  Já o momento de abertura do Plast&Cine, por elementos da Santa Casa da Misericórdia de Bragança, que vão erigir o Estádio do Braga, numa simulação de arquitectura humana, “é uma acção muito aguardada pelo homenageado”, refere a mesma fonte.

No âmbito doPlast&Cine – que promete  agitar, criativamente todo o centro de Bragança, com epicentro na rua e em dois projectos assinados por Souto de Moura: o Centro de Arte Contemporânea Graça Morais e o Centro de Interpretação da Cultura Sefardita do Nordeste Transmontano – todas as instituições de Bragança serão chamadas a intervir, desde IPSS, Escolas do ensino básico, secundário, profissional e ensino superior, espaços de arte, Misericórdia, centros sociais e paroquiais e o Instituto de Emprego e Formação Profissional de Bragança.

A organização do Plast&Cine garante que o evento vai levar a Bragança “interacção, arte, arquitectura e pensamento, sendo um dos momentos altos do evento a Exposição ‘Arquitectura na Rua’, com a participação de trabalhos de arquitectura em expositores, nas montras e fachadas de lojas comerciais do centro de Bragança, da autoria de 14 arquitectos, realizada pela ATARQUI – Associação Transmontana de Arquitectos. Outro momento será a ‘Conversa de Arquitectos’, que vai tratar da arquitectura tradicional na actualidade, sem esquecer os temas que são caros à região como os ‘Pombais do Nordeste Transmontano’, ‘Construção sustentável/ecológica’ e ‘Reboco/revestimento tradicional’, entre outros. O debate será moderado pelo arquitecto, Mário Doutel, Presidente da ATARQUI.

O Plast&Cine – parceria entre a autarquia de Bragança e a Editorial Novembro – Edições Cão Menor – pretende em cada certame divulgar e homenagear uma figura das artes e a sua obra, perpetuando no tempo a memória, viajando pelo espólio e pelo legado artístico e proporcionando momentos de partilha e de interacção dos diferentes públicos, na presença do homenageado.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *