Sika regista vendas “recorde” de 5,4 mil milhões de euros em 2016

Por a 19 de Abril de 2017

Sika AcademyO Grupo Sika alcançou “um recorde de vendas” em 2016, totalizando 5,4 mil milhões de euros, reportando também um lucro de 530 milhões de euros – que traduz um aumento de 21,8% relativamente ao ano anterior.

Em comunicado de imprensa, a multinacional de origem suíça destaca a sua estimativa de crescimento de 8% no decorrer do presente ano, bem como a previsão de abertura de mais oito fábricas e de três novas subsidiárias nacionais. O crescimento foi, de acordo com a Sika, “significativo em todas as regiões” onde opera e levou a uma revisão em alta dos objectivos estratégicos para 2018.

“Em Portugal continuámos na mesma linha estratégica do grupo”, garante José Soares, explicando que, no ano transacto, a representação portuguesa da Sika cumpriu os objectivos e cresceu 2,6% em vendas. Perante este resultado, o director-geral da Sika Portugal revela que a empresa pretende continuar a fortalecer o seu posicionamento, “investindo em inovação tencológica e alargando a nossa rede de parceiros de negócio nacional”.

Com base nesta estratégia, a Sika Portugal lançará, em 2017, novas soluções “com elevado valor para o mercado da reabilitação, que irão permitir a simplificação de processos construtivos”. Paralelamente, a empresa pretende continuar a apostar neste mercado-alvo, “criando sinergias com os distribuidores nacionais, aumentando o envolvimento dos públicos-alvo com a marca, através da participação em eventos do sector e com a realização de acções específicas de formação para todos os seus parceiros de negócio, arquitectos e engenheiros”.

A nível corporativo, o grupo aponta para a expansão geográfica em África, “com mais organizações locais e com novas fábricas no mercado europeu”. Neste contexto, a Sika destaca que, este ano, para além dos 17 investimentos chave em nove fábricas, quatro aquisições e mais quatro novas subsidiárias nacionais, registou 72 pedidos de novas patentes, “graças ao investimento na área de Investigação e Desenvolvimento”.

“O resultado operarional, o lucro e o “operating free cash flow” atingiram novos recordes”, revela o CEO do grupo, explicando que, “com mais quatro subsidiárias nacionais e a aquisição de quatro empresas, alcançámos as bases para um crescimento contínuo no futuror”. Segundo Jan Jenisch, a “gama completa de soluções” da Sika, bem como a sua “forte força de vendas e 17 investimentos chave” proporcionam “motivos para olhar o futuro com optimismo”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *