Souto de Moura entre os vencedores do Prémio Europeu de Intervenção no Património

Por a 16 de Junho de 2017

convento das bernardas
O projecto de reconversão do Convento das Bernardas num complexo de alojamento turístico está entre os vencedores da 3ª edição do Prémio Europeu de Intervenção no Património. Para além do projecto assinado por Eduardo Souto de Moura, que foi vencedor na categoria de  “Intervenção no Património Construído”, o júri distinguiu mais 3 projectos:  as “Hortas de Caramoniña” de Abalo Alondo Arquitectos, na categoria de “Espaços Exteriores”;  o Planeamento para proteger a antiga vila de Sant Andreu de Palomar, da autoria de Casadevall Serra, na categoria de “Planeamento” e “Lições do património vernacular na arquitectura sustentável da ESG/Escola Superior Gallaecia y Socios”, coordenada pela portuguesa Mariana Correia, na categoria de Divulgação.

De um total de quase 200 projectos, o júri seleccionou 18 finalistas, dos quais escolheu 4 vencedores e 2 menções honrosas.

Sobre o projecto de Souto de Moura, a acta do júri refere:  “A decisão é resultante da valorização pela dificuldade em  obter uma grande qualidade arquitectónica no sector privado sem comprometer as qualidades arquitectónicas e patrimoniais do convento original, transformando-o num complexo residencial de alojamento turístico”.

Recorde-se que o Prémio Europeu de Intervenção no Património Arquitectónico AADIPA, é organizado com o apoio da COAC (Ordem dos Arquitectos da Catalunha) e AADIPA (Associação de Arquitectos para a Defesa e Intervenção no Património Arquitectónico).

Este prémio surge a partir da convicção de que, no contexto actual, em que o património arquitectónico, enquanto instrumento fundamental do conhecimento, é considerado um recurso socio-económico fundamental para o desenvolvimento sustentável do território, a sua divulgação é essencial, com a distinção e reconhecimento de obras de qualidade e projectos que contribuam para a preservação da memória colectiva.

Um comentário

  1. Palminha

    16 de Junho de 2017 at 15:28

    Ainda bem que temos o Souto Moura,seria interessante se projeta-se no empreendimento perto do Montijo.Foi uma agradável surpresa uma visita ao empreendimento CORTE REAL, situado perto de Sarilhos Pequenos-Moita.Gostei de visitar os 8 ha com 2000 sobreiros, os mesmos, envolvem o espaço para um hotel projetado e aprovado no município da Moita, para 85 quartos.
    As moradias construídas e já habitadas, potenciam a venda dos lotes em venda. No escritório de vendas fui informado que os preços não acompanharam este recente aumento no custo das casas.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *