Acções da Autoridade para as Condições do Trabalho suspendem 16 obras no final de Maio

Por a 19 de Junho de 2017

25-construcao44.jpgA suspensão “imediata” de 16 obras foi o resultado mais relevante de um conjunto de acções levadas a cabo pela Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), “por representarem um perigo grave ou probabilidade séria da verificação de lesão da vida, integridade física ou saúde dos trabalhadores”
Aquele organismo revelou, esta segunda-feira, que entre 22 e 26 de Maio foram acompanhadas mais de 750 empresas em 330 estaleiros, tendo sido verificadas cerca de 280 irregularidades, principalmente relacionadas com andaimes e equipamentos de trabalho.
“Além disso, foram adoptadas cerca de 700 notificações para as empresas adoptarem as medidas necessárias ao efectivo cumprimento das normas legais em matéria de segurança e saúde no trabalho e prevê-se a adopção de cerca de 90 processos de contra-ordenação”, refere a entidade, em comunicado enviado esta segunda-feira às redacções.
Na iniciativa da ACT, que envolveu 750 empresas e 184 inspectores, beneficiaram mais de 1.900 trabalhadores e foram encontrados detectados 33 funcionários não declarados.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *