Solução de “gaveta” vence primeiro lugar nos Prémios Ecohut

Por a 19 de Junho de 2017

image006 (2)Eduardo Lopes, Luís Ferreira, João Moreira e Joel Duarte formam a equipa vencedora dos Prémios Ecohut, concurso organizado pelo Portal da Construção Sustentável.

Com o apoio da Roca, da Coelho da Silva, da Gyptec Ibérica e do Grupo Amorim, este concurso desafiou estudantes de todo o país a desenvolver um módulo totalmente autónomo para os festivais de música.

No âmbito deste concurso, a equipa vencedora arrecadou um prémio no valor de 3 mil euros. Por sua vez, as equipas compostas por Carlos Afonso e Ana Bento, e por Andreia Soares, Leandro Alves e Ricardo Ribeiro, completaram o pódio, na segunda e terceira posições, respectivamente.

O desafio passou pela criação de um alojamento pensado para festivais de Verão, que suportasse um dormitório para jovens, até quatro pessoas, com casa de banho e chuveiro de água quente, e ainda zona de preparação de alimentos. O espaço deveria ainda de dispor de um local no exterior para o grelhador portátil, ficando a distribuição do espaço interior sob alçada dos concorrentes.

O módulo deveria ser completamente autónomo no seu funcionamento, cabendo às equipas a colocação de cisternas para reaproveitamento de águas, “mini-estações” de tratamento para gestão de águas residuais, dos banhos e cozinhas, e sistemas de captação e armazenamento de energia eléctrica – painéis fotovoltaicos e baterias.

No total, foram 11 as candidaturas e seis as propostas entregues. As equipas, na sua maioria, eram multidisciplinares, integrando, pelo menos, um estudante de arquitectura (coordenador) e um estudante de engenharia civil.

Ideia de gaveta vence primeiro prémio

A ideia apresentada pela equipa vencedora consistiu numa gaveta que, uma vez aberta, expandiria a área útil do módulo, sem infringir os regulamentos do concurso no que concerne às dimensões máximas. “A nossa ideia de projecto nasceu após a leitura do regulamento, que estipulava medidas máximas para o transporte do módulo”, afirmaram os vencedores.

Tendo em conta os pressupostos deste concurso, os estudantes priorizaram “a ideia do transporte do módulo”, o que os levou a desenvolver o conceito do projecto em dois tempos: o contentor e a ideia da gaveta. “Rapidamente nos apercebemos que o próprio exercício pressupunha o uso para quatro pessoas, e o espaço em si era reduzidíssimo”, explicaram, referindo que, tiveram de pensar numa forma de “expandir o espaço interior sem prejudicar a ideia de transporte”.

Assim surge a ideia da gaveta, “basicamente, um pequeno módulo que se projecta para o exterior”, sobre uns carris, criando uma segunda zona de dormir dentro do módulo principal. As telhas formam uma cobertura inclinada, que recolhe a água através de uma cantoneira, direccionando-a para os reservatórios debaixo da zona do chuveiro.

A zona da gaveta seria dotada de painéis solares e, para o isolamento, os responsáveis do projecto vencedor escolheram a cortiça, mais concretamente, 5 centímetros à volta de todo o edifício, tanto no tecto, como na laje interior, “mantendo um isolamento contínuo”. O revestimento escolhido foi o gesso cartonado hidrófugo, para combater eventuais problemas de humidade.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *