O que pode ler na edição do jornal CONSTRUIR

Por a 28 de Julho de 2017

Construir 2011Novas áreas puxam resultados da Fischer para 2,7M€
O volume de negócio da Fischer em Portugal deverá ascender a 2,7M€ já este ano, fruto do alargamento da actividade a novas áreas como o mercado “do it yourself”. O grupo, especialista sobretudo em soluções de fixação, olha com atenção para o potencial de recuperação do mercado nacional e procura estar na linha da frente para responder aos desafios das grandes obras de engenharia e da reabilitação. A estratégia do grupo foi explicada numa iniciativa que concentrou, na sede do grupo em Waldachtal no norte da Floresta Negra, na Alemanha

Projecto de Lei do PSD aprovado
O Projecto de Lei apresentado pelo PSD relativo à Directiva Arquitectura foi aprovado na Assembleia. Resultado é “inequívoco” para Carlos Mineiro Aires

Almada quer reabilitar Ginjal
A Câmara Municipal de Almada deu a conhecer o Plano de pormenor que visa requalificar a zona do Cais do Ginjal. Da autoria de Samuel Torres de Carvalho, o plano prevê habitação, hotelaria, comércio, serviços e triplicar o espaço público

PRÉMIOS INOVAÇÃO 2017
A sede nacional da Ordem dos Engenheiros voltou a ser palco para uma tarde de reconhecimento pelo que as empresas que actuam no mercado nacional melhor fazem: inovar.
O jornal CONSTRUIR, juntamente com a revista Anteprojectos e o Projectista.pt entregaram os Prémios Inovação na Construção 2017, uma iniciativa que se realiza pelo quarto ano e que distingue as empresas que mais se destacaram nas áreas de Equipamentos, Produtos e Materiais e pelo seu percurso inovador enquanto Empresas. PÁGS. 40-43

ESPECIAL: Isolamento e
Impermeabilização

O preço, crise, o clima. Os justificativos são vários para ex­pli­car o aumento da cons­ciencialização para um correcto isolamento face a uma área da Impermeabilização que, de acordo com os empresários desta área, revelam haver quem acredite que a meteorologia menos rigorosa lhes possibilita aliviar o investimento nesta área

CONSTRUÇÃO Obras do novo Rosa Mota no Porto arrancam em Outubro
IMOBILIÁRIO Investimento cresce 106% no 2T
EMPRESAS Globalização motiva mudança de nome na Oliveira & Irmão

ACEDA AQUI À VERSÃO DIGITAL DA EDIÇÃO IMPRESSA DO JORNAL CONSTRUIR

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *