Garcia, Garcia constrói nova unidade logística do Bilstein Group

Por a 6 de Setembro de 2017

A Garcia, Garcia está actualmente a construir na Malveira, em Mafra, a nova unidade logística do alemão Bilstein Group, um dos principais players mundiais no sector de pós-venda de peças automóveis.
As novas instalações permitirão ao Bilstein Group duplicar a capacidade de armazenamento no país, onde a sua actividade enquanto fabricante e distribuidor de produtos das marcas febi, SWAG e Blue Print, tem vindo a crescer sucessivamente.
Assumindo a disponibilidade de stock, a flexibilidade e a rapidez na resposta como factores críticos para o sucesso no mercado de pós-venda automóvel, o grupo alemão decidiu construir um novo centro logístico de raiz, desenvolvido e equipado com soluções de última geração, que favorecerão a eficiência da sua cadeia de fornecimento.
Considerada pelos prémios Construir a construtora do ano em 2016, a Garcia, Garcia prevê concluir a obra em Novembro. As novas instalações irão, por um lado, potenciar a optimização da cadeia de fornecimento da empresa, e, por outro, alavancar o crescimento do negócio em Portugal, assim como, sustentar outras necessidades em outras geografias. Com um volume de negócios superior a 500 milhões de euros, o Bilstein Group está presente em mais de 170 países.
Este é já o terceiro centro logístico construído pela construtora nacional só este ano, o que parece confirmar a crescente importância do mercado de logística e distribuição em Portugal, bem como a retoma económica. No seu curriculum, encontram-se obras como a construção e ampliação das unidades logísticas de empresas como o Grupo Garland (Maia I e II, Gaia e Abóboda), Brasmar, Brunotir, ID Logistics e Nacex.
Um dos desafios de engenharia assumidos pela Garcia, Garcia foi a maximização da área útil interior e a eliminação de obstáculos físicos estruturais na área de produção. Foi, por isso, definida uma solução estrutural em betão pré-fabricado com uma malha estrutural alargada como forma de reduzir o número de pilares. Ao nível construtivo, destaca-se a opção por um pavimento de alta planimetria com certificação FM2, assim como, a instalação de sete cais de carga para pesados e cinco para carrinhas.

Um comentário

  1. Sousa Alves

    11 de Setembro de 2017 at 9:19

    Uma das empresas do “Norte Geresiano”, com sede em Moreira de Cónegos-Guimarães, e que tem demonstrado uma excelente performance no panorama nacional, concretamente no sector da logística com inovação por dentro.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *