Promotores da Resort Group abrem escritórios em Lisboa

Por a 11 de Setembro de 2017

A multinacional The Resort Group PLC (TRG), o principal grupo de investimentos e construção de resorts de luxo em Cabo de Verde, abriu escritórios em Lisboa. O objectivo passa por expandir o negócio para os mercados de língua portuguesa, nomeadamente Portugal, Brasil e Angola, mas também Espanha, tendo em vista a comercialização dos futuros empreendimentos do grupo que estão já em construção em Cabo Verde e que serão inaugurados entre 2018 e 2019.
O White Sands Hotel & Spa vai ser o primeiro de seis empreendimentos de luxo na ilha da Boa Vista situado nas principais areias brancas da praia de Santa Mónica, que está a ser desenvolvido pelo The Resort Group e cuja conclusão se prevê para o final de 2018, inícios de 2019.
Neste novo empreendimento, o Grupo irá comercializar a venda de 835 propriedades luxuosas, onde se incluem suítes duplex, penthouses e villas privadas. À semelhança dos anteriores projectos já desenvolvidos pelo Grupo em Cabo Verde, também o investimento no White Sands Hotel & Spa se apresenta como um investimento imobiliário com rendimento acima da média, aliando uma oportunidade de investimento ao usufruto do espaço para lazer.
Sérgio Lopo, Business Development Manager do TRG em Portugal, mostra-se bastante optimista com o início das actividades em Lisboa. “Esta é uma oportunidade única para iniciar uma parceria com um conceituado grupo internacional num mercado como o de Cabo Verde, que está com amplos índices de crescimento”.
O responsável adiantou igualmente que “já no próximo mês irão ser promovidos diversos roadshows para apresentar a empresa em Portugal, em locais tão distintos como Lisboa, Porto, Algarve e Leiria”.
Por outro lado e até ao final do ano, os escritórios de Lisboa pretendem também promover um evento público de solidariedade, ao abrigo da The Cape Verde Foundation, uma organização criada pelo TRG em Cabo Verde para contribuir de forma positiva numa variedade de projectos no arquipélago, apoiando as pessoas e as comunidades locais.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *