Câmara de Braga condenada a pagar 3M€ à Soares da Costa

Por a 20 de Setembro de 2017

O Tribunal Administrativo condenou a Câmara de Braga ao pagamento de três milhões de euros à Soares da Costa, na sequência de um conjunto de acções interpostas pela construtora a propósito de trabalhos a mais na construção do Estádio Municipal de Braga, uma das obras desenvolvidas a propósito do Euro 2004.
Esta não é a primeira vez que a autarquia, agora liderada por Ricardo Rio, é condenada ao pagamento de uma dívida o consórcio liderado pela Soares da Costa, num processo que se arrasta há vários anos.
O consórcio, que viu o Tribunal voltar a dar-lhe razão, interpôs duas acções contra a câmara municipal, nomeadamente uma relativamente às estruturas, por via do agravamento do custo do projecto de betão armado, e outra relativamente aos acabamentos, em que o consórcio pedia uma compensação pelo aumento dos custos do estaleiro.
Para além destes dois processos, há um terceiro, do arquitecto Eduardo Souto Moura, que reclama também uma dívida na ordem dos três milhões. A Câmara tem recorrido das decisões judiciais, mas corre o risco de ver a factura da construção do estádio, que foi palco de dois jogos no Euro 2004, atingir os 160 milhões de euros.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *