LIS-Water com investimento inicial de 400 mil euros

Por a 2 de Novembro de 2017

“Instrumento fundamental da politica da água em Portugal e a nível internacional”. Foi assim que João Pedro Fernandes, Ministro do Ambiente, se referiu ao projecto LIS-Water – Lisbon International Centre for Water, apresentado esta terça-feira no Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC). Financiado ao abrigo do programa europeu Horizonte 2020, o centro de excelência para o sector da água vai ter um investimento inicial de 400 mil euros, que poderá ir até aos 15 milhões de euros ao longo dos próximos sete anos.
Coordenado pelo LNEC, através do investigador Jaime Melo Baptista, o LIS-Water conta já com cerca de 40 parceiros, nacionais e internacionais, e pretende que este número aumente, já que “é suposto ser uma plataforma viva e dinâmica com a participação de todos os sectores”.
Para Jaime Melo Baptista, coordenador do projecto “todas as soluções e inovações que resultarem da investigação realizada pelo centro de excelência para o sector da água serão depois transmitidas a quatro vectores principais: indústria, decisores, profissionais e sociedade em geral.
O novo centro, “diferente de tudo o que existe no mundo nesta área”, segundo Melo Baptista, conjuga investigação, em laboratórios já existentes, com a aplicação dos resultados obtidos, por exemplo novos produtos ou equipamentos, na atividade industrial, e incentiva o desenvolvimento de ‘startups’.
Também para Helena Alegre, directora do departamento de Hidráulica e Ambiente do LNEC, o LIS-Water irá contribuir com soluções para a problemática da água a nível global, nomeadamente no cumprimento dos objectivos da Agenda 2015 – 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, adoptada pelas Nações Unidas.
Mas não só. Helena Alegre referiu também o papel mais abrangente das politicas públicas que podem advir dos resultados obtidos com o projecto LIS-Water, “principalmente, nos desafios que hoje se colocam às sociedades ao nível das alterações climáticas, economia circular, entre outras”.
O projecto resulta de uma iniciativa do LNEC, em parceria com a Cranfield University (Cranfield Water Science Institute) e com o Institut d’Administration des Entreprises de Paris (Sorbonne Business Graduate School).

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *