Museu e centro interpretativo para atrair turismo ao Pinhal de Leiria

Por a 19 de Novembro de 2017

O Pinhal de Leiria pode vir a ganhar um Museu da Floresta e um centro interpretativo. De acordo com o jornal Publituris, esta possibilidade foi anunciada pela secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, na sequência de uma série de propostas apresentadas pela presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande, Cidália Ferreira.
Além do Museu da Floresta, de que se fala há vários anos para o Parque do Engenho, e do centro interpretativo, a autarca da Marinha Grande apresentou ainda como propostas a criação de uma ciclovia, o reforço da ligação ao rio Lis ou a requalificação das antigas casas de guarda-florestal, cujo objectivo é “atrair o turismo ao Pinhal de Leiria”.
O Valorizar-Programa de Apoio à Valorização e Qualificação do Destino, reforçado pelo Governo a pensar nas áreas ardidas, é um dos trunfos para dar vida a novas e antigas ideias que garantam um fluxo de visitantes ao Pinhal de Leiria.
Cada autarquia pode candidatar-se a um apoio até 400 mil euros e a presidente da Câmara da Marinha Grande mostrou-se optimista quanto às propostas apresentadas, esperando que os projectos possam avançar em breve.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *