MAAT vence Portugal Steel Awards 2017

Por a 24 de Novembro de 2017

O prémio CMM – Portugal Steel Design Awards, que   dá visibilidade e encoraja ao uso criativo do aço na arquitectura e na construção a nível nacional, foi entregue ao MAAT. O concurso que se destina a projectos e construções, realizados por empresas associadas da CMM, contou com 6 projectos submetidos, nomeadamente: Arena Juventude, Birmingham Gateway Project, Grand Stade de Lyon, Museu do Amanhã, a Nova sede EDP – Energias de Portugal e o MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia.

No âmbito do galardão, foram distinguidos, o Dono do Projecto ( Fundação EDP), os responsáveis pela Engenharia (Afaconsult, S.A), os Arquitectos (AL_A – Amanda Levete Architect), a Metalomecânica (Bysteel, S.A) e o Construtor (Alves Ribeiro, S.A).

A entrega de prémios contou com a intervenção do Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Gomes Mendes que destacou que “o País e a economia está em recuperação e isso deve-se essencialmente aos portugueses e às empresas”. Referiu também que o sector da metalurgia e da metalomecânica emprega mais de 200 000 pessoas e por ser um sector dinâmico, é necessário a procura de novos mercados.

No mesmo âmbito,  o Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, Professor José Gomes Mendes, afirmou ainda que “é prioritário modernizar os códigos na área da reabilitação urbana e que por isso mesmo, está a ser elaborado um decreto-lei nesse sentido”. O Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, o Professor José Gomes Mendes lançou três desafios ao sector metalomecânico: “Desafiar a ortodoxia e ser capaz de construir para além de soluções em betão”; “Aumentar o valor acrescentado beneficiando da industrialização e pré-fabricação”; e “Reduzir emissões de CO2 – ou seja, descarbonizar a produção de energia na produção de aço e recicla e reutilizar o aço”.

Recorde-se que o Prémio foi entregue no decorrer do XI Congresso de Construção Metálica e Mista, organizado em Coimbra pela Associação Portuguesa de Construção Metálica e Mista (CMM), com o mote “A Nova Geração de Eurocódigos”, sensibilizando os técnicos da fileira da construção metálica para a importância da normalização, evidenciando os recentes desenvolvimentos das novas versões dos Eurocódigos.

O evento, que acontece a cada 2 anos, realiza-se num contexto em que o sector da Construção Metálica portuguesa continua a afirmar-se como um motor na inovação e de internacionalização da Indústria. Nesse sentido, recorda a CMM, “o incentivo à utilização de materiais de matriz metálica e mista na construção, e a definição de uma posição activa na promoção da inovação no sector a nível nacional e internacional são as linhas orientadoras deste evento, que conta com a participação de vários oradores nacionais e internacionais, reune projetistas, empresas do sector e investigadores, e é o evento mais relevante a nível nacional da construção metálica e mista”.

Em nota de imprensa enviada ao CONSTRUIR a CMM refere também que “o sector tem tido um crescimento constante e sustentado nos últimos anos, e em 2016, teve um volume de negócios de 3.575 milhões de euros, dos quais cerca de 1.600 milhões (45%), são de exportações. Também em 2016, foi consolidado o mercado de exportação europeu, que representa mais de 50% do total, com um valor de 1.350 milhões de euros”.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *