Ponte sobre o rio Minho entre Cerveira e Tomiño escolhida entre 26 propostas de ideias

Por a 18 de Dezembro de 2017

A travessia pedonal sobre o rio Minho, que ligará os concelhos de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño, na Galiza, Espanha, recebeu 26 propostas de desenho, ao abrigo de um concurso de ideias internacional lançado no último mês de Setembro.
De acordo com a autarquia de Vila Nova de Cerveira, o júri internacional reunirá em acto público, na Sala de Xuntas da Deputación do organismo galego, para revelar as características de cada projecto submetido. Até final de Fevereiro serão conhecidos os três projectos que passam à 2ª fase. Segundo o município, a transparência do processo cujos resultados foram agora revelados foi garantida pelo anonimato das propostas, apresentadas em dois envelopes fechados e identificados unicamente com um lema: um respeitante às particularidades técnicas e o outro com os dados dos autores. Garantido este método, a Deputación de Pontevedra convocou o júri internacional para, na próxima quinta-feira, procederem, em acto público, à abertura das propostas (técnicas) para verificar se cumprem os requisitos.
Para este acto público foram convocados representantes da Deputación; do Município de Vila Nova de Cerveira e do Concello de Tomiño; do Colégio de Arquitectos de Galicia; do Colégio de Engenheiros de Caminhos, Portos e Canais; da Ordem dos Engenheiros de Portugal; da Ordem dos Arquitectos de Portugal; da Comandancia Naval do Miño.
Segundo explicou o deputado de Cooperação Transfronteiriça Uxío Benítez, a Deputación de Pontevedra, o Município de Vila Nova de Cerveira e o Concello de Tomiño estão à procura “das melhores e mais inovadoras e enriquecedoras propostas” para unir a província de Pontevedra e o Norte de Portugal através de uma travessia para peões e ciclistas que permitirá criar um espaço público comum, o primeiro europarque da Península Ibérica, unindo o actual Parque do Castelinho em Vila Nova de Cerveira com o Espazo Fortaleza de Tomiño.
Os autores dos três desenhos finalistas recebem uma verba de participação de 10.890,00 euros cada um e serão convidados a participar na segunda fase de selecção para a elaboração do anteprojecto da ponte. O contrato para reatar este anteprojecto será adjudicado ao vencedor por um montante de 54.450 euros. Após este processo, é que avançará com as autorizações necessárias e pareceres dos organismos competentes para poder desenvolver a obra. Na terceira fase, e após obtidas as autorizações, a Deputación encarregará o vencedor de elaborar o projecto construtivo definitivo, com um orçamento máximo de 121.880,00 euros.
De realçar que a elaboração do desenho da travessia pedonal sobre o rio Minho enquadra-se numa das actividades do projecto VISIT_RIO_MINHO apresentado à primeira convocatória do Programa Operativo España-Portugal (POCTEP) 2014-2020 Interreg V-A, numa candidatura conjunta da Deputación de Pontevedra com a CIM Alto Minho, os concelhos do Norte de Portugal, a Fundación CEER, o Centro Tecnológico do Mar e a Universidade de Vigo. Este projecto obteve um cofinanciamento de 75% de fundos FEDER no marco da referida convocatória do POCTEP 2014-2020 Interreg V A, com um orçamento total aprovado de dois milhões de euros, com uma comparticipação da União Europeia que chega a 1.500.000 euros.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *