Docentes do Politécnico de Leiria lançam livro sobre novas técnicas para reabilitação

Por a 27 de Dezembro de 2017

Luísa Gonçalves, Hugo Rodrigues e Florindo Gaspar, docentes do departamento de Engenharia Civil da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico de Leiria (ESTG/IPLeiria), são os editores e coautores do livro “Nondestructive Techniques for the Assessment and Preservation of Historic Structures”, publicado pela CRC Press da Taylor & Francis Group.

A obra, aborda em 16 capítulos, a utilização das mais diferentes técnicas não destrutivas na avaliação, preservação e monitorização de construções históricas, como o laserscanning, detecção remota, fotogrametria, termografia, tomografia, entre outras, explica o Politécnico de Leiria.

Segundo a mesma fonte, a oportunidade da edição do livro surgiu após um conjunto de eventos científicos de divulgação dos trabalhos de investigação aplicada, realizados por vários docentes do departamento de Engenharia Civil da ESTG/IPLeiria, com estudantes do mestrado de Engenharia Civil – Construções Civis, no âmbito dos protocolos estabelecidos entre o Politécnico de Leiria e a Câmara Municipal de Leiria (Julho de 2014) e o Mosteiro da Batalha (Outubro de 2015). Recorde-se que, estes protocolos visam promover a salvaguarda e valorização do património no Centro Histórico de Leiria e do Mosteiro da Batalha.

“Surgiu a ideia de divulgação dos trabalhos de investigação realizados através de um livro, e alargar o âmbito da publicação com o contributo de outros autores, que colaboraram com os editores em projectos internacionais, como os parceiros do projecto ‘Rethinke’ e do ‘National Archaelogical Museum de Atenas’, e investigadores membros da COST Action TU 1208 (Civil Engineering Applications of Ground Penetrating Radar)”, refere Luísa Gonçalves, docente da ESTG/IPLeiria e editora da nova publicação.

Em nota de imprensa enviada ao CONSTRUIR, o Politécncio de Leiria adianta ainda que, “Nondestructive Techniques for the Assessment and Preservation of Historic Structures” apresenta “ainda vários casos de estudo europeus, de países como Portugal, Itália, Grécia, Bielorrússia e Espanha, bem como explicações teóricas sobre cada um dos métodos e tecnologias utilizados”.

Aos três editores e coautores do livro, juntam-se mais de 30 autores nacionais e internacionais, numa publicação que se destina a estudantes, engenheiros, arquitectos e a outros profissionais interessados na temática da reabilitação do património edificado.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *