Habitação: Valor por metro quadrado próximo dos máximos de 2011

Por a 28 de Dezembro de 2017

O valor médio de avaliação bancária continua a subir, situando-se nos 1 144 euros por metro quadrado (euros/m2 ) em Novembro, 3 euros superior ao observado em Outubro e bastante próximo do valor máximo, já registado – 1 156 euros/m2 em Abril de 2011.
Este valor representa ainda um aumento de 0,3% em relação ao registado no mês precedente e de 4,9% face a 2016.
Em relação a Outubro, o valor médio de avaliação aumentou dois euros em Novembro, tanto para apartamentos como para moradias, atingindo, respectivamente, 1 194 euros/m2 e 1 064 euros/m2.
A nível regional, as maiores subidas para o conjunto da habitação registaram-se na Região Autónoma dos Açores (1,9%) e no Centro (0,9%). As únicas descidas verificaram-se no Alentejo (-0,7%) e no Algarve (-0,2%).
Em comparação com o período homólogo, as avaliações bancárias de apartamentos e de moradias aumentaram 5,0% e 4,9%, respectivamente. A maior taxa de variação homóloga para o conjunto das avaliações verificou-se no Algarve (7,7%). A Região Autónoma dos Açores apresentou a menor taxa de crescimento do valor da avaliação por metro quadrado (2,4%).
O Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação (IABH) recolhe informação caracterizadora dos alojamentos que são objecto de financiamento bancário e em cujo processo há lugar a uma avaliação técnica de cada imóvel.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *