Porto: Estudo e concepção das Linhas Rosa e Amarela começam em Janeiro

Por a 29 de Dezembro de 2017

A administração do Metro do Porto já escolheu os projectistas para a próxima fase de alargamento da rede. Os trabalhos de estudo e concepção começam em Janeiro e o lançamento dos concursos será feito ainda em 2018. As obras decorrerão entre 2019 e 2022.
A nova Linha Rosa foi adjudicada ao consórcio SENER/CJC/NSE, pelo valor de 1,82 milhões de euros, e a do projecto de prolongamento da Linha Amarela às empresas LCW/Amberg Engineering/GRID pelo valor de 1,47 milhões de euros.
Com um investimento global nesta fase de expansão da rede na ordem dos 290 milhões de euros, as novas linhas vão servir diariamente mais de 33 mil pessoas.
“A formalização dos contratos com os projectistas sucederá nos próximos dias, pelo que os trabalhos de estudo e concepção das linhas que integram esta fase de expansão da rede do Metro vão arrancar já no mês de Janeiro”, aponta a empresa Metro do Porto.
A Linha Rosa (G) terá uma extensão de 2,5 quilómetros e quatro estações subterrâneas, que vão ser projectadas por Eduardo Souto Moura, o arquitecto responsável pelo desenho da primeira fase do Metro. Esta nova linha fará a ligação entre São Bento, Cordoaria/Hospital de Santo António, Galiza/Centro Materno-Infantil e Casa da Música/Rotunda da Boavista.
O prolongamento da Linha Amarela para sul, em Vila Nova de Gaia, compreende a ligação de Santo Ovídio a Vila d’Este, servindo o Hospital de Gaia, numa extensão de 3,2 quilómetros e três novas estações.
Com 14 anos, o Metro do Porto conta, actualmente, com 67 quilómetros de extensão na sua rede.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *