Nuno Brandão Costa e Sérgio Mah são os curadores da representação portuguesa na Bienal de Arquitectura de Veneza

Por a 3 de Janeiro de 2018

O arquitecto Nuno Brandão Costa e o curador Sérgio Mah, são os curadores da representação portuguesa na 16ª Exposição Internacional de Arquitectura  La Biennale di Venezia, que decorre de 26 de Maio a 25 de Novembro de 2018.

Recorde-se que, pela primeira vez a representação nacional resultou de um concurso por convite, lançado pela Direcção-Geral das Artes (DGArtes).

Sobre a exposição, o Jornal Público avança que, “deverá centrar-se na importância dos edifícios públicos na construção das cidades”.

De salientar que, o júri do concurso lançado pela DGArtes foi presidido por Nuno Moura, da própria direcção-geral, e foi constituído por Helena Paula Pires (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal), José Manuel Pedreirinho (Ordem dos Arquitectos), e os arquitectos Inês Lobo, Nuno Grande e Roberto Cremascoli (curadores de representações oficiais em edições anteriores) e Sofia Baptista (produtora da DGArtes).

A 16.ª Bienal de Arquitectura de Veneza tem como comissárias-gerais as arquitectas irlandesas Yvonne Farrel e Shelley McNamara, do atelier Grafton Architects, e terá como tema geral “Freespace”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *