Estudo: Avenida da Liberdade com o maior número de visitantes

Por a 9 de Janeiro de 2018

A Avenida da Liberdade apresenta uma média de 4.328 visitantes por hora. Estes valores colocam-na acima de artérias normalmente consideradas as mais movimentadas do País, como a Rua de Santa Catarina, no Porto ou a Rua Augusta, em Lisboa. O estudo levado a cabo pela Controlplan para a promotora imobiliária AVENUE, indica ainda que, logo a seguir, encontra-se a Avenida dos Aliados, que apresenta uma média diária de 28.681 visitantes, ou seja, cerca de 3.187 por hora.
Este estudo recente vem apresentar uma metodologia que recorre a pontos de contagem distribuídos pela totalidade da artéria em ambos os lados, e que permite contabilizar de forma mais precisa o fluxo pedonal.
José Machado, responsável da Controlplan esclarece: “Os dados que agora apresentamos resultam de um trabalho de campo em tempo real, que efectuou a contagem do fluxo pedonal da Avenida da Liberdade e da Avenida dos Aliados. Durante sete dias, entre as 10h00 e as 19h00, uma equipa de auditores, devidamente formada para as exigências da recolha, esteve presente no terreno distribuída por 18 pontos de contagem, no caso da Avenida da Liberdade, e 8 pontos, na Avenida dos Aliados. Os dados que apresentamos resultam exclusivamente do trabalho e análise estatística realizada posteriormente”.
Em relação ao estudo, foi ainda possível verificar que os visitantes da Avenida da Liberdade caracterizam-se pelo equilíbrio de género, 49,6% de mulheres e 50,4% de homens. Durante a semana verifica-se uma presença ligeiramente superior de indivíduos sozinhos, 52%, sendo que ao fim-de-semana se inverte a tendência com 65% de indivíduos a circularem acompanhados.  Em média, as pessoas que não circulam sozinhas circulam em grupos de 2/3 pessoas. Durante a semana, 62% das pessoas que circulam acompanhadas são potenciais casais, sendo que este número dispara para 73% ao fim-de-semana.
No caso da Avenida dos Aliados, também objecto de estudo da Controlplan, destaca-se o facto desta Avenida ser maioritariamente, 71%, visitada por grupos/famílias durante o fim-de-semana, sendo durante a semana a percentagem de 52%. A Avenida dos Aliados encontra-se actualmente em fase de consolidação comercial e de reabilitação de imóveis para fins de habitação, turismo e comércio, o que faz perspectivar um aumento natural da frequência após terminada esta fase. Em relação à distribuição de género, verifica-se um equilíbrio, 51% feminino em contraponto com 49% masculino. O lado direito da Avenida regista um fluxo ligeiramente superior, 55%, sobretudo por estar mais desenvolvido do ponto de vista comercial.
Aniceto Viegas, Director Geral da AVENUE não ficou surpreendido com os dados do estudo: “Quem visita as principais Avenidas de Lisboa e Porto verifica que o tráfego é constante. Os centros das cidades estão renovados e oferecem uma multiplicidade de atracções não só para os turistas, mas para o público local também. No caso da Avenida dos Aliados, os dados são reveladores do potencial desta avenida, uma vez que se trata de uma Avenida ainda em consolidação comercial. Mas, não nos devemos focar apenas na quantidade de visitantes. O ticket médio de venda destas artérias, maioritariamente procuradas por marcas luxury e premium, reflete o potencial comercial das mesmas.”

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *