Siza pela lente de Luís Ferreira Alves em exposição no NorteShopping

Por a 7 de Fevereiro de 2018

 A partir do próximo dia 17 de Fevereiro, o Silo-Espaço Cultural no NorteShopping, recebe a exposição de fotografia “Siza-Uma Casa Habitada”, da autoria de Luís Ferreira Alves. Os dois “actores principais” desta mostra – Siza Vieira e  Luís Ferreira Alves – marcam presença na inauguração, com uma conversa.

A exposição de fotografia, é composta por 14 imagens de grande formato tiradas à Casa de Beires de Siza Vieira e é o resultado de uma visita que Luís Ferreira Alves fez em 1986 à Póvoa de Varzim para fotografar duas casas de Siza Vieira, uma delas a casa da família Beires.

Reza a história que, nesta sua deslocação ao local, deparou-se com a casa semicoberta de vegetação, quase impossível de fotografar e que em conversa com Siza Vieira, este terá dito “Hei-de fazer uma casa infotografável!”.

30 anos depois os dois revisitaram a casa e encontraram a Casa de Beires submersa numa densa floresta. Luís Ferreira Alves encontrou então uma forma diferente de a fotografar – “não como uma ruína mas como uma casa que foi habitada por diversas gerações que a marcaram com as suas vivências”, explica em nota de imprensa.

Sobre o projecto com Álvaro Siza Vieira, o fotógrafo refere: “o convite que o Álvaro me fez para fotografar a casa tal como está agora, assumindo-a sem alterações, constitui além de um desafio ímpar uma oportunidade de exprimir quanto admiro a obra deste meu amigo.”.

As fotografias desta última visita resultaram num livro de Álvaro Siza Vieira e Luís Ferreira Alves intitulado “Álvaro Siza / Ferreira Alves – Casa Beires” editado em 2017, do qual Luís Ferreira Alves selecionou as imagens que serão expostas no Silo-Espaço Cultural.

Sobre este projecto e a Casa de Beires, Siza Vieira afirma que “Só o tempo – esse arquitecto que não tolera erros – e o sol, filtrado pelas cortinas de origem e pelas árvores e arbustos que invadem o jardim, transformam os espaços em contínua expansão e inscrevem desenhos em paredes, tectos e pisos: manchas de luz e sombra que se movem sem pressa”.

Na inauguração, o curador do Silo-Espaço Cultural, Nuno Malheiro Sarmento vai moderar a conversa com Luís Ferreira Alves e Siza Vieira. Sobre este projecto, o curador comenta que “o resultado deste trabalho de Luís Ferreira Alves é um conjunto de fotografias que reflectem sobre a transformação de um projecto arquitectónico, naquilo para que foi concebido, que é ser habitado, ou constituir um suporte e um abrigo de vivências e relações. Desta forma, o conhecimento e a leitura que o fotógrafo tem relativamente ao trabalho do arquitecto Siza Vieira, é impregnado pelo espanto de constatar: a marca que as pessoas deixam ao habitar um espaço; e o assombro diante da liberdade com que o tempo age, ao passar. Trata-se de um projecto absolutamente original na obra de Luís Ferreira Alves e uma oportunidade de ver a obra de Siza Vieira de uma perspectiva muito invulgar.”

Com entrada gratuita, a exposição de fotografia “Siza-Uma Casa Habitada” pode ser visitada até ao próximo dia 25 de Março.

As exposições no Silo-Espaço Cultural inserem-se na Política de Arte Pública da Sonae Sierra.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *