Os 100M€ que vão redesenhar Viana

Por a 9 de Fevereiro de 2018
“Portugal, o novo destino para investir”. O título que abre o artigo da edição francesa da revista Forbes é, em si mesmo, uma ode ao investimento no país. A seguir, o colunista Hugues Franc explica porque devem os investidores prestar atenção a um país que ainda ontem estava a lutar pela sobrevivência financeira e que é agora a melhor aposta para as suas fichas.
Mas não é, essencialmente, sobre esse artigo de que lhe falamos. Falamos, isso sim, de que aquela é uma realidade que cada vez mais é uma evidência fora dos grandes centros, nomeadamente Lisboa e Porto.
O consórcio GoldenConquest, assessorado tecnicamente pelo atelier C&C Architects, de Cristiano Costa, e composto por empresas portuguesas, francesas e nórdicas, apresentou já um conjunto de projectos no sector imobiliário em Viana do Castelo, um investimento de 100 milhões de euros que poderá ascender, indirectamente, a um volume de investimento de 200 milhões de euros nos próximos 10 anos.
No primeiro trimestre do próximo ano começará a construção de condomínios de habitação de luxo, residências seniores e habitação para residência permanente, num investimento de mais de 15 milhões de euros”.
Conceito de negócio
Ao CONSTRUIR, os responsáveis pelo projecto detalham que se trata de uma promoção imobiliária associada a um conceito de negócio estrategicamente definido, que tem vindo a ser trabalhado há mais de 2 anos, e que começa a apresentar os primeiros resultados com investimento efectivo. Neste momento estão já adquiridos à Vianapolis, sete lotes no Parque da Cidade de Viana do Castelo, por parte de duas empresas (uma de capitais Franceses e outra de Capitais Portugueses) as quais já investiram 2M€ na sua aquisição, sendo que, para a construção destes lotes, estão previstos mais 15M€ de investimento directo.
Nestes lotes está prevista a criação de Condomínios de Habitação de luxo e Residências Seniores, assim como Habitação Plurifamiliar para residência permanente; construções estas que deverão arrancar já em início de 2018.

Resposta às necessidades
Em complemento ao Investimento Habitacional, e pretendendo dar resposta a necessidades públicas e privadas, foram elaborados Estudos e Projectos de Arquitectura da autoria do arquitecto vianense Cristiano Costa, responsável do Atelier C&C ARCHITECTS, para um Aquário/Oceanário com cerca de 5000m2, uma nova Marina de Recreio no Parque da Cidade, um Centro tecnológico para instalação de empresas no sector tecnológico, um edifício de Serviços “Mercado da Saúde” com todo o tipo de serviços ligados ao bem-estar e saúde, e ainda Unidade Hoteleira com cerca de 7000m2.Objectivos
O objectivo das empresas compradoras destes lotes, passa por vincular parceiros investidores para a globalidade do empreendimento, cujas negociações estão em curso pela Goldenconquest, “de forma a poder haver um bom planeamento e coordenação de todo o projeto, para se garantir a qualidade que se pretende de excelência e perseguir uma estratégia de mercado”. A filosofia assenta, segundo os promotores, numa “forte componente habitacional de 1ª habitação e residência permanente, (tipologias T3 /T2), no mercado de 2ª habitação, a promover na região norte interior (tipologias T2-T1-T0), num Condomínio de luxo / Residências sénior complementadas com serviços na área da saúde e bem-estar, a promover no mercado nacional e estrangeiro e numa componente de espaços destinados a empresas tecnológicas, (Parque tecnológico), ao qual o Município já manifestou adesão, para promover as alterações necessárias ao regulamento do Plano, que acolham todas estas valências. A juntar a isso, a evolução do projecto passará ainda pela prestação de serviços inerentes a todo o empreendimento, com toda a logística instalada no lote de equipamentos, nomeadamente pela gestão global de todo o condomínio, assistência fiscal e Apoio bancário, apoio médico, serviço de enfermagem, nutricionista, etc, transfers do aeroporto Sá Carneiro (Porto); Aeroporto de Vigo (Espanha), Piscina, Ginásio, Salão de cabeleireiro, Salão de beleza, Centro de massagens, Circuitos gastronómicos, organização de passeios culturais e religiosos, Equitação, Circuitos desportivos e Náuticos, Plataforma de informação (cinemas, teatros, restaurantes, festivais, e num sistema de transporte de minibus / transporte eléctrico / transporte especial para qualquer destino no país ou do estrangeiro (serviço próprio ou outsourcing).

Estudos de viabilidade
Para além dos projectos mencionados, estão ainda elaborados estudos de viabilidade económica e financeira para a reabilitação / instalação das 3 Marinas Atlânticas e de Recreio.
Aquele projecto vai ser implementado no Parque da Cidade, em sete lotes de terreno adquiridos por dois milhões de euros à sociedade VianaPolis por duas empresas, de capitais franceses e portugueses. Em causa estão terrenos situados junto ao rio Lima, intervencionados pela VianaPolis e colocados à venda, em 2006, por 21,6 milhões de euros, mas sucessivas hastas públicas não os conseguiram negociar, apesar das várias revisões do preço base. Em 2013, na última tentativa, o preço base ficou fixado nos 7,5 milhões de euros. Desde então, a venda ficou aberta em contínuo, aguardando por investidores interessados. Esta área foi recuperada e infraestruturada pela sociedade VianaPolis, responsável pela execução do programa Polis de Viana do Castelo, detida em 60% pelos ministérios do Ambiente e das Finanças e em 40% pelo município.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *