23 M€ para modernizar ligação ferroviária entre Elvas e Caia

Por a 5 de Março de 2018

A criação do Corredor Internacional Sul deu os primeiros passos. Esta segunda-feira começaram os trabalhos de modernização do troço da Linha do Leste, com 11 quilómetros de extensão, entre Elvas e Caia (fronteira com Espanha), cujo investimento previsto para a realização das obras é de 23,2 milhões de euros. A par disso, foi também lançado o concurso para a construção do novo troço entre Évora e Elvas.
As obras de modernização no troço ferroviário entre Elvas e Caia contemplam a ampliação da Estação Ferroviária de Elvas de forma a permitir a manobra de comboios de mercadorias com 750 metros, o melhoramento das diferentes linhas, o melhoramento dos acessos pedonais, a renovação integral da superestrutura de via, instalação de infraestruturas para futura implementação de sinalização electrónica (ETCS e GSM-R) e telecomando de catenária; melhoria da segurança na circulação rodoferroviária, através da construção de desnivelamentos rodoviários e restabelecimentos, para supressão das quatro passagens de nível existentes ao longo do troço e substituição dos tabuleiros e reforço dos pilares das pontes Ferroviárias do Caiola e do Caia.
Presente na cerimónia de apresentação do projecto ferroviário, Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas, anunciou que o investimento na construção do troço entre Elvas e Évora é de 509 milhões de euros e a obra deverá começar no primeiro trimestre de 2019, para ficar concluída em 2022.
O Plano Ferrovia 2020, que promove as ligações com Espanha e a modernização dos principais eixos ferroviários, engloba, no total, um investimento superior a dois mil milhões de euros, dando especial destaque ao transporte de mercadorias e ao transporte público de passageiros.
Apesar de não avançar números, o Governo revela ainda que, em Março, vai iniciar-se, também, a obra da linha da Beira Baixa, que permitirá a utilização do troço entre Covilhã e a Guarda, que estava encerrado há uma década.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *