Iberdrola investe 1,84 milhões de euros em Tresminas

Por a 30 de Abril de 2018

A Iberdrola prevê investir 1,84 milhões de euros, até 2023, no Complexo Mineiro de Ouro Romano de Tresminas – um projecto que integra as acções de compensação levadas a cabo pela eléctrica, no âmbito da construção do Sistema Eletroprodutor do Tâmega.

Esta iniciativa, é levada a cabo em parceria com a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar e a Direcção Regional de Cultura do Norte e visa promover a valorização histórica, patrimonial e arqueológica da região.
Este investimento, de acordo com o que está estabelecido na DIA (Declaração de Impacto Ambiental), tem como objectivo a valorização e divulgação da antiga área mineira de Tresminas e que contempla diferentes áreas essenciais como: segurança, investigação científica, conservação, gestão e ordenamento do território e ainda promoção turística.

Neste sentido, o investimento da Iberdrola permite a concretização de um conjunto de acções de beneficiação do Complexo Mineiro de Tresminas que irão possibilitar a criação de um instrumento específico – Parque Arqueológico – que salvaguarda os vestígios materiais associados à exploração mineira romana e a paisagem envolvente. A empresa terá investido, entre 2016 e o final de 2018, cerca de 850 mil euros que, ao longo do corrente ano, se traduzem em acções entre as quais se incluem: o financiamento da equipa técnica; a continuação dos estudos histórico, geológico e de fauna e flora de Tresminas; a aquisição de equipamento para visitas às cortas e galerias mineiras, a sua limpeza, e/ou desobstrução; a construção do edifício de apoio e estruturas e equipamentos de apoio à circulação nas cortas e galerias mineiras.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *