Tektónica 2018: “Janelas Eficientes” em debate no IV Encontro Nacional da ANFAJE

Por a 15 de Maio de 2018

No seguimento do enorme sucesso e da forte participação registados em todos os anos da sua realização, a Associação Nacional dos Fabricantes de Janelas Eficientes (ANFAJE) volta a organizar um novo Encontro Nacional. O tema “Janelas eficientes para Casas mais eficientes” levará, à 20ª edição da Tetkónica, o debate sobre a importância do tipo de janelas no edificado, nomeadamente no que diz respeito à redução dos consumos energéticos. A iniciativa decorre dia 17 de Maio, no Pavilhão Multiusos da feira.Constituindo-se como um espaço de networking, de partilha de conhecimentos e de apresentação de novos projectos, é ainda o local próprio para a análise dos desafios e das oportunidades que se colocam a todas as empresas do sector das Janelas e Fachadas, especialmente num ano em têm sido lançados programas públicos de apoio financeiro à reabilitação urbana, como é o caso do IFFRU 2020 e da Casa Eficiente 2020.Para João Ferreira Gomes, presidente da ANFAJE, estas iniciativas contribuem para a “melhoria da eficiência energética do parque habitacional, o aumento da qualidade do edificado e a sua habitabilidade e a estimulação de comportamentos ambientalmente responsáveis.

De facto, este ano, o IV Encontro Nacional, dará um forte destaque ao Programa Casa Eficiente 2020 e ao contributo decisivo que a instalação de novas janelas eficientes dá na melhoria do desempenho ambiental dos edifícios, com especial enfoque na eficiência e poupanças energéticas. Sendo uma das intervenções elegíveis para financiamento deste programa a substituição de janelas antigas por janelas eficientes, as empresas do sector pretendem demonstrar a sua preparação e qualificação para participar no alcance dos resultados esperados.


Presenças

No IV Encontro Nacional irão marcar presença os principais agentes do mercado e algumas das entidades com as quais a ANFAJE tem desenvolvido projectos: ADENE, APPII, APPC, FCT-UNL, IFEMA e ainda com representantes da Secretaria de Estado da Energia e da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI).Além do retrato do sector e das apresentações dos programas públicos de financiamento, haverá lugar ao debate sobre os desafios futuros deste sector, com representantes da CH Consulting, DECO, ITeConsCoimbra, LNEC e Cluster Habitat Sustentável.O mercado espanhol e os actuais desafios e oportunidades deste mercado, onde se inserem também, diversos projectos com base na tecnologia BIM, serão dados a conhecer pela Associação Espanhola do Sector das Janelas e Fachadas (ASEFAVE).

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *